sábado, março 31, 2018

DEPOIS DE 6 ANOS, MALALA VOLTA A SUA CIDADE NATAL

Por Agencia EFE e G1

Conta do Fundo Malala no Instagram publica foto da Nobel da Paz em
Islamabad (Foto: Reprodução/Twitter/malalafund)


A vencedora do Prêmio Nobel da Paz, Malala Yousafzai, viajou neste sábado (31) em meio a um forte esquema de segurança para Mingora, no noroeste do Paquistão, em sua primeira visita à sua cidade natal desde 2012, quando um grupo de talibãs disparou em sua cabeça, por conta de sua defesa da educação feminina.

"Ela visitou com seus pais e seu irmão a sua casa, onde permaneceu por um tempo", disse à Agência Efe, uma fonte da polícia que pediu para não ser identificada.

A ativista chegou pela manhã em um helicóptero militar ao lado de seus pais e irmão à cidade do vale de Suat, onde se implantou um grande dispositivo das forças de segurança e muitas ruas permanecem fechadas por soldados do Exército, informou à Efe uma fonte militar, que também manteve o anonimato.

Posteriormente, a jovem de 20 anos, que também é acompanhada pela ministra da Informação do país, Marriyum Aurangzeb, se dirigiu ao Instituto de Cadetes Gali Bagh, centro educacional militar, a cerca de 30 quilômetros de Mingora, onde se reuniu com estudantes em um encontro, onde também foram convidados amigos de Malala.

A fonte militar disse que ativista visitará uma escola construída pelo Fundo Malala no distrito de Shangla.

Malala retornou ao Paquistão na última quinta-feira, onde foi recebida pelo governo e as instituições paquistanesas com honras, em sua primeira viagem ao seu país natal desde que foi baleada na cabeça, em 2012, por defender a educação das meninas.

A ativista não conteve as lágrimas durante um discurso no gabinete do primeiro-ministro, Shahid Khaqan Abbasi, no qual afirmou que retornar ao seu país é um "sonho".

No entanto, sua presença também despertou duras críticas e protestos, como a organizada pela principal associação de escolas privadas do país, ontem, sob o lema "Eu não sou Malala".


A jovem reside no Reino Unido para aonde foi levada após seu ataque em 2012 e agora estuda na Universidade de Oxford.

O Fundo Malala foi criado em 2013, por Malala e seu pai, Ziauddin, como fundação para conscientizar sobre os impactos social e econômico que a educação feminina tem.

Um ano depois, ela se tornou, aos 17 anos, a mais jovem vencedora do Prêmio Nobel da Paz, condecoração que compartilhou com Kailash Satyarthi, ativista contra o trabalho infantil na Índia.

sexta-feira, março 30, 2018

A FARRA E A FÉ



OS MODERNOS VENDILHÕES DO TEMPLO

A Industria Cultural é voraz. Nada escapa aos seus tentáculos.

Natal, Carnaval, e o que mais houver. Tudo é motivo para mercantilizar e saborear os lucros.

Estamos em plena Semana em que o Cristianismo reverencia o Sumo Sacrifício do Nazareno, Filho de José e Maria, que veio para contaminar de Amor a relação entre os homens. Sua coragem em difundir o Amor desmedido, indistintamente, assustou os doutores da Lei, fez ruir o Império de Roma e o castigo que lhe foi imposto não tem precedentes na História Universal. Foi Crucificado, Morto e Sepultado, não sem antes, bradar a quem chamava de Pai; - por que me abandonastes? tamanha foi sua dor. Absoluta era sua Inocência.

O roteiro de seu Martírio é de conhecimento universal.

Há algumas décadas, o calendário de seu retorno a Jerusalém até seu bárbaro assassínio, pregado na Cruz, era de comoção e pesar. As famílias guardavam as datas com respeito e devoção. O ritmo das casas era alterado, assim como a culinária, como uma demonstração mínima de solidariedade, afeto.

A cumplicidade ao Senhor da Dor é finda.

Os descendentes dos vendilhões do Templo venceram.

A farra substituiu a fé.

Do alto da Cruz, se quiser Ele pode repetir: "Perdoai-os, Pai, eles não sabem o que fazem!"

(FLF)

PAIXÃO DE CRISTO, HOJE, NO TRIANON

Terceira Via


Paixão de Cristo será apresentada nesta sexta-feira, no Trianon

A entrada será a doação de 1kg de alimento não perecível

CULTURA 
POR ASCOM
 
29 DE MARÇO DE 2018 - 9h15
Espetáculo no Trianon (Foto: Secom)
Depois do sucesso de “A Vida Pública de Jesus”, apresentado no último final de semana, no Teatro Trianon, o Grupo de Teatro Sacro Dom Carlos Alberto Navarro apresentará, nesta sexta-feira (30), às 18h e 20h30, também no Trianon, a “Paixão de Cristo”. A entrada será a doação de 1kg de alimento não perecível e os ingressos devem ser retirados a partir das 16h. A ação tem o apoio da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL).
Pelo 37º ano consecutivo, atores e figurantes viverão as cenas que marcaram a história da humanidade. Intitulada “A Paixão foi por você”, a Via Sacra vai trazer uma reflexão sobre aquilo que Cristo pregou e que o mundo vem esquecendo e ignorando, através da crescente violência.
O espetáculo tem direção geral de Pedro Carneiro, com roteiro de Dorinha Martins, direção de audiovisual de Antônio Filho, assistência de direção de Cida Melo, adereços cênicos de Walter Escovão e coreografia de Jovana Anacleto.
Na montagem, o ator Mateus Nogueira viverá Jesus, pelo 17º ano consecutivo. Dorinha Martins dará vida a Maria. Pedro Fagundes viverá Caifás, acompanhado de Wilson Heidenfelder (Pilatos) e Rodrigo Mendes (Herodes).
“Estamos prontos para apresentar um espetáculo emocionante, como forma de presentear o público que nos acompanha há quase quatro décadas, lotando nossas encenações. Em todo esse tempo, reunimos quase 20 mil pessoas, nas 36 montagens já realizadas”, destaca Pedro Carneiro.
Tradição
Criado por Dom Carlos Alberto Navarro, em 1982, o grupo teve como primeiro diretor o jornalista e teatrólogo Orávio de Campos Soares, sucedido por Felix Carneiro, Pedro Carneiro e Pedro Fagundes. Há 23 anos, Pedro Carneiro cumpre a missão de manter viva essa tradição. No dia 20 de maio de 2015, o Grupo de Teatro Sacro tornou-se Patrimônio Cultural e Imaterial do município de Campos.

quarta-feira, março 28, 2018

sábado, março 24, 2018

ACL DEBATE, HOJE, 24, LITERATURA E IMPRENSA

Debate sobre literatura e imprensa neste sábado na ACL





Está marcado para às 14h30 deste sábado (24), na sede da Academia Campista de Letras (ACL), no Jardim São Benedito, a mesa redonda “Literatura e Imprensa”. Terei a honra de participar ao lado dos professores de Letras Analice Martins e Adriano Moura, além do jornalista e professor Orávio de Campos.

O convite partiu do professor Hélio Coelho, presidente da ACL. O evento integrará a I Jornada Cultural da Federação das Academias de Letras do Estado do Rio de Janeiro (Falerj), que se estende das 9h às 17h30 deste sábado. E contará com palestras, apresentações artísticas e debates. A entrada e a participação são abertas à toda a comunidade.

quarta-feira, março 21, 2018

ADIADO PARA 11 DE ABRIL JULGAMENTO DA "VENDA DO FUTURO"

Folha da Manhã


Julgamento de recurso da "Venda do Futuro" adiado para 11 de abril
  - ATUALIZADO EM 21/03/2018 16:43
José Paes Neto
José Paes Neto / Supcom
Foi adiado para 11 de abril o julgamento do recurso da Caixa Econômica Federal contra a decisão que garante que o Município de Campos utilize apenas 10% do repasse dos royalties e participações especiais para pagar os dois empréstimos no valor de R$ 762 milhões contraídos pela então prefeita Rosinha Garotinho nos anos de 2015 e 2016 - a chamada “Venda do Futuro”.
O mérito seria julgado na tarde desta quarta-feira (21) no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), mas o relator, desembargador Marcelo Pereira de Silva, pediu o adiamento tendo em vista que ainda está pendente a apreciação de um recurso da Câmara Municipal de Campos, que pretende ingressar no processo na condição de assistente do Município.
No dia 11 de abril, primeiro será julgado o recurso da Câmara, para logo depois, na mesma sessão, os desembargadores do TRF2 julgarem os recursos interpostos pela Caixa e pela Prefeitura de Campos.
Segundo o procurador geral do Município, José Paes Neto – que acompanhou a sessão de hoje no TRF2 -, o contrato firmado pela administração municipal passada com a Caixa Econômica Federal é lesivo ao município por permitir que sejam cobradas parcelas maiores que 10% da arrecadação de royalties e participações especiais, o que contraria a Resolução no 43/2001 do Senado Federal, que dispõe sobre as operações de crédito externo dos Estados, Municípios e do Distrito Federal; e a Lei no 8673/ 2015, da Câmara Municipal de Campos, que autorizou o Executivo Municipal a contratar o empréstimo.
Em 2017, seguindo o limite de 10% previsto por lei, a Prefeitura de Campos pagou cerca de R$ 40 milhões à Caixa. Se este percentual não fosse seguido, o total pago teria chegado a R$ 175 milhões, o que praticamente inviabilizaria a administração municipal. (A.N.)

terça-feira, março 20, 2018

MORRE O ENGENHEIRO CAMPISTA IGOR MARGEM

Fui pego de surpresa, agora, com a notícia divulgada pela Christiano Abreu Barbosa, em seu Blog Ponto de Vista, sobre a morte prematura do engenheiro Igor Margem, com quem tive o prazer de conviver. Sempre simpático e elegante, Igor vai deixar saudades. Minhas condolências à família.


Nota de falecimento
 20/03/2018 17:39 - ATUALIZADO EM 20/03/2018 19:03
Foi cremado hoje, em Atlanta, nos EUA, o campista Jean Igor Margem. Ele era engenheiro aposentado da Cedae e faleceu no domingo passado, 18 de março, aos 61 anos. Jean, que faria 62 anos no dia 04 de abril, viajava com a esposa Danusa para vários destinos dos Estados Unidos, onde participava de um congresso em Atlanta.
Após sentir fortes dores na cabeça, o engenheiro teve um infarto fulminante, já chegando sem vida ao hospital em Atlanta. Jean deixa, além da esposa, três filhas: Marina, Helena e Marcela. Marina seguiu viagem para os EUA, junto com o seu marido, para auxiliar nos trâmites burocráticos e participar da cerimônia de cremação.
Segundo os familiares, Jean nunca havia apresentado problemas de saúde e pouco antes de seguir para o exterior havia feito todos os exames, como fazia rotineiramente antes de viagens longas. Ele tinha hábito de passear pelo mundo com sua esposa.
Jean tem ampla formação em engenharia, sendo graduado em Engenharia Mecânica na Universidade Gama Filho UGF (1979). Ele concluiu Mestrado (2008) e Doutorado (2013) em Engenharia e Ciência dos Materiais na Uenf. A ampla formação ainda inclui um mestrado na Holanda, em Engenharia Sanitária, no International Institute For Hydraulic Environmental Engineering IHEE (1993).
Atualmente ele era engenheiro consultor e professor do curso de Engenharia Mecânica do Isecensa. Jean tinha várias obras importantes no currículo, seja em Campos, na região, no estado, no país e até no exterior, onde atuou nas obras do Metrô de Tóquio, no Japão.
A notícia da morte foi publicada um pouco antes aqui, no Terceira Via. Transmito aqui os meus pêsames a sua esposa, filhas, a Jorge Margem, seu irmão, e a toda sua família.

segunda-feira, março 19, 2018

G1: AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DO DIA


Por G1



A segurança pública segue como o principal foco do governo e deve dominar as votações do Congresso nesta semana. Ontem, Temer se reuniu com ministros e definiu que vai liberar mais de R$ 1 bilhão para o Ministério da Segurança Pública e para a intervenção federal no Rio. Ainda no Rio, as investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes continuam. Tem ainda o vai e vem das mudanças nas regras de renovação da CNH e a reeleição de Putin como presidente da Rússia.

Segurança pública
Governo anuncia a liberação de dinheiro para a área de segurança
O ministro do Planejamento informou ontem, após deixar uma reunião com Temer, que o governo vai destinar mais de R$ 1 bilhão para a intervenção no Rio e para o recém-criado Ministério da Segurança Pública. Os valores ainda serão definidos e deverão passar pela análise do Congresso Nacional via projeto de lei e medida provisória. Hoje, uma reunião entre o governador Luiz Fernando Pezão e o general Braga Netto deve definir o orçamento necessário para a intervenção.

Câmara pode votar nesta semana criação do Sistema de Segurança Pública
Blog da Andréia Sadi: Toffoli diz que vai liberar ação sobre restrição ao foro para julgamento no dia 27
Caso Marielle


'Não entendo como saí daquilo', conta assessora de Marielle que sobreviveu

Em meio às discussões de investimento para a intervenção federal no Rio, a investigação sobre os assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes continuam. A polícia apura se um carro apreendido em MG tem ligação com o crime.

'Sobreviver é muito cruel. Queria a Marielle viva, o Anderson vivo', diz assessora
'Não consigo acreditar que ela não vai voltar para casa', diz viúva de Marielle
Vídeo mostra o motorista Anderson muito perto dos prováveis assassinos
'Anderson merece não ser esquecido', diz viúva
E na noite de ontem durante sua apresentação na Praça da Apoteose, a cantora Katy Perry prestou uma homenagem para a vereadora. Ela recebeu no palco a filha e a irmã de Marielle enquanto uma imagem da parlamentar era projetada no telão.

Katy Perry abraça filha de Marielle Franco enquanto foto da vereadora
 é projetada em telão no Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)


Carteira de motorista

Deve ser publicada hoje no Diário Oficial a revogação da norma que mudava as regras para a renovação da Carteira Nacional de Habilitação. Pela resolução, que entraria em vigor em 5 de junho, os motoristas que fossem renovar a CNH precisariam fazer um curso teórico e uma prova, além do exame médico (atualmente obrigatório). Segundo a pasta, o objetivo da revogação é 'reduzir custos e facilitar a vida do brasileiro'.

Eleição na Rússia
Vladimir Putin é reeleito para mais um mandato na presidência da Rússia
O atual presidente da Rússia, Vladimir Putin, foi reeleito ontem com ampla vantagem em relação aos seus adversários. O chefe do Kremlin teve mais de 76% dos votos, de acordo com a Comissão Eleitoral Central. Com o resultado, ele deve chegar a 25 anos de poder no fim do mandato, em 2024.

Fórum Mundial da Água
O Brasil recebe a 8ª edição do Fórum Mundial da Água, principal evento internacional sobre recursos hídricos. A abertura oficial hoje, em Brasília, terá a participação do presidente Michel Temer e de 11 chefes de Estado. A previsão é que 10 mil pessoas de 170 países participem do encontro.

Unesco propõe 'solução verde' para melhorar gestão da água no mundo
Economia
O Banco Central divulga hoje o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), conhecido como a 'Prévia' do PIB, referente ao mês de janeiro. Em 2017, a economia brasileira registrou crescimento de 1%, após 2 anos de retração.


BC divulga as projeções do mercado para a inflação e o PIB
Lollapalooza
Na semana do festival de música em São Paulo, o G1 segue com a cobertura especial apresentando as atrações que vão passar pelo Autódromo de Interlagos durante o Lollapalooza. Hoje, você vai conhecer mais sobre a dupla inglesa do Royal Blood, que toca no primeiro dia, e sobre o trio de música eletrônica/pop, Cheat Codes, atração no domingo.

Veja a programação completa do Lollapalooza
Festival divulga mapa com posição dos palcos
Quem será a revelação do festival? VOTE!
Liam Gallagher abandona show no Lollapalooza Chile
Lollapalooza Argentina cancela 3º dia devido a condições climáticas
Futebol
Todos os jogadores convocados para os amistosos contra Rússia e Alemanha devem chegar à concentração da seleção brasileira em Moscou hoje. Até agora, 11 atletas já se apresentaram ao técnico Tite.


Curtas e rápidas...
Mais de 120 concursos com inscrições abertas reúnem 14 mil vagas
Blog do Samy Dana: A tributação ideal e a busca pelo bem-estar social
Com falta de recursos e juros mais altos, Caixa perde liderança no crédito imobiliário com recursos da poupança
Grandes decisões financeiras: é hora de comprar imóvel?
G1 já viu: 'O mecanismo': Série de José Padilha dramatiza a Lava Jato de forma burocrática
Malvino Salvador viverá coronel motoqueiro mascarado em 'Orgulho e paixão': 'Espécie de super-herói'
Hoje é dia de...
Dia Nacional do Artesão
Dia de São José

domingo, março 18, 2018

DENÚNCIA GRAVE CONTRA HOSPITAL ALVARO ALVIM

Terceira Via


Hospital Álvaro Alvim cobra de pacientes do SUS para atendimento mais rápido

Hospital Álvaro Alvim, que afirma ser filantrópico, terceiriza seus principais serviços e cobra para agilizar atendimento

CAMPOS 
POR REDAÇÃO
 
18 DE MARÇO DE 2018 - 0h01



Em mais uma reportagem da série que trata da obscura relação entre o Hospital Álvaro Alvin e certos setores da prefeitura de Campos ligados à Saúde, O Jornal Terceira Via traz revelações em relação aos médicos-empresários que assumiram os principais serviços de atendimento do Álvaro Alvim por meio de contratos sigilosos de terceirização e que faturam em cima da busca dos pacientes por um atendimento pelo SUS, mas que são orientados dentro das dependências do hospital, que carrega o título de filantrópico, a se quiserem um acesso mais rápido aos tratamentos, que paguem as consultas, exames ou procedimentos, pelo que ficou conhecido como “social”.
Dificuldade pra vender facilidade
A denúncia baseada em histórias reais de pacientes que passaram por essa situação, revela o drama de quem precisa de atendimento na área de Saúde em Campos e busca o Hospital Álvaro Alvim na expectativa de terem acesso aos serviços e tratamentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que é gratuito. Essa procura por parte da população se deve muito a imagem que o Álvaro Alvim passa, de que se trata de um hospital filantrópico, uma fundação, um hospital escola, ou seja, no imaginário popular, uma instituição com um caráter público. A realidade, porém, é logo revelada ao constatarem a demora para um primeiro atendimento pelo SUS e a oferta para, se quiserem uma resposta mais rápida, que paguem pelos serviços que são terceirizados dentro do hospital. Alguns pacientes, no jargão popular, chegam até a falar que percebem que são criadas certas dificuldades para venderem facilidade.
Sem fins lucrativos?
A Fundação Benedito Pereira Nunes, responsável pela manutenção do Hospital Escola Álvaro Alvim, destaca no próprio site do hospital (www.heaa.com.br) que é uma entidade jurídica de direito privado, de domínio público, sem fins lucrativos e que tem por finalidade principal prestar serviços médicos especialmente às pessoas carentes, entre outras atribuições. Mas algumas iniciativas recentes têm levado a população a duvidar disso. No mesmo site do hospital, por exemplo, é destacado que os principais serviços oferecidos são atualmente terceirizados por médicos-empresários que assumiram as dependências do hospital para instalarem suas empresas privadas e cobrarem pelos atendimentos. Diagnósticos por imagem, laboratórios para exames dos simples aos complexos, radioterapia e até biópsias são terceirizados.
Aparelho público em mãos privadas
Empresas como a UltraMed, Pro-Cor, OncoCentro, Instituto Oftalmológico, Incor-NF, Clínica do Aparelho Digestivo, RADGRUPO, entre outras, mantém acordos com o Hospital e exploram suas dependências e instalações para prestarem serviços. Um caso emblemático é o caríssimo aparelho Acelerador Linear, utilizado no tratamento de radioterapia, que foi conseguido pelo Álvaro Alvim por meio de verba doada pelo Ministério da Saúde, mas que logo foi transferido para iniciativa privada por meio de Hospital Álvaro Alvim, que afirma ser filantrópico, terceiriza seus principais serviços e cobra para agilizar atendimento Mais rápido, só com dinheiro Da Redação um contrato de terceirização sigiloso para uma empresa cujo um dos sócios é o médico Frederico Paes Barbosa, tio do prefeito de Campos, Rafael Diniz. O que devia ser público virou privado, e a população que poderia ter acesso gratuitamente ao equipamento, hoje se quiser um atendimento mais rápido no tratamento de câncer, tem que pagar.
Administração com duplo interesse
No site do Álvaro Alvim (www.heaa.com.br) na seção “Direção e Chefia”, consta a composição de toda diretoria do hospital, que tem como Diretor Geral o médico José Manuel Correia Moreira. O curioso no entanto, é o ocupante do cargo de Administrador Hospitalar, o senhor Flávio Persilva Hoelzle, que além ser o responsável pela administração do Álvaro Alvim, também ocupa um cargo na Secretaria de Saúde de Campos, trabalhando ao lado da secretária municipal, Fabiana Catalani. O conflito de objetivos entre o público e o privado fica latente nas ações de Persilva, que hora tem que defender os interesses da prefeitura e da população e num momento seguinte lutar pelos resultados financeiros do hospital e das empresas parceiras instaladas no Álvaro Alvim.
Ministério Público
Por se tratar de uma fundação, o Hospital Álvaro Alvim deve ter suas contas e contratos auditados por uma Procuradoria específica de Fundações, onde uma promotora de Justiça, Dra. Daniele Faria Tavares – no caso das fundações em Campos – é a responsável por acompanhar, avaliar, autorizar, fiscalizar e cobrar medidas sanadoras. Essa ação de fiscalização do Ministério Público, quase levou ao fechamento do hospital em 2016 por falhas na prestação de contas. O Ministério Público de Campos também já começa a investigar as atividades do Álvaro Alvim e os procedimentos em relação ao hospital e aos pacientes com câncer diante de várias denúncias que vieram a público após a primeira reportagem sobre o assunto publicada pelo Jornal Terceira Via.

O drama de Ana Cláudia
Se por um lado os pacientes encontram dificuldade em realizar um procedimento oncológico pelo SUS no Hospital Escola Álvaro Alvim, por outro, acham facilidade, caso este mesmo procedimento seja pago. Foi o que denunciou a garçonete Ana Cláudia Pereira Nunes, 45 anos, que, após meses de espera, viu o câncer de mama se agravar e acometer parte do pulmão. Para agilizar o tratamento, a opção dada a Ana Cláudia na unidade hospitalar foi pagar R$ 700 em uma biópsia pelo atendimento social, já que pelo SUS não tinha sequer uma previsão de data para o exame.
Em julho do ano passado, a garçonete detectou um caroço no seio direito durante o banho. Em setembro, após notar uma secreção saindo do mesmo seio, buscou auxílio no posto de Saúde do Jockey, bairro onde mora. Após o resultado da mamografia, foi encaminhada em regime de urgência para o Hospital Escola Álvaro Alvim, onde deveria ser realizada uma biopsia para descobrir se o tumor era maligno ou não.
“Fui atendida pelo Álvaro Alvim e o médico me encaminhou ao núcleo de assistência social do hospital, onde me informaram que não tinham nem previsão para que a biópsia fosse realizada. Eu afirmei que meu caso era urgente, como o médico me informou, mas a assistente social me disse que, assim como eu, muitos pacientes foram encaminhados com recomendação de urgência”, denunciou Ana Cláudia.
Diante de tamanha dificuldade para marcar uma biópsia, os colegas do trabalho da garçonete resolveram fazer uma rifa para levantar o dinheiro do exame. Por pura sorte, em dezembro de 2017, uma assistente social esteva na lanchonete onde Ana Cláudia trabalha e, quando a garçonete ofereceu a rifa, foi informada pela cliente que poderia buscar auxílio no Hospital Dr. Beda. A primeira consulta no Dr. Beda foi marcada em seguida.
“Eu não tinha R$ 700 para a biópsia e não poderia começar qualquer tratamento sem este exame. Nesta demora do Álvaro Alvin, o câncer avançou e hoje já se espalhou para o pulmão. Assim que a cliente me alertou, eu fui ao Hospital Dr. Beda, onde realizei a biópsia e uma série de exames. Há três semanas comecei a quimioterapia”, disse Ana Cláudia.

CONVITE DA SUPERINTENDÊNCIA DE IGUALDADE RACIAL


sábado, março 17, 2018

RAFAEL DINIZ ACOMPANHA MUTIRÃO DA PREFEITURA EM MORRO DO COCO

ASCOM

Esta é a terceira visita de Rafael Diniz ao distrito, desde que ocorreu a enxurrada, entre a noite do dia 8 e madrugada do dia 9, quando famílias ficaram desabrigadas e desalojadas.





O prefeito Rafael Diniz foi a Morro do Coco neste sábado (17) e acompanhou as ações realizadas no mutirão envolvendo diversas secretarias e superintendências. Esta é a terceira visita do prefeito desde que ocorreu a enxurrada no distrito, na noite do dia 8 e madrugada do dia 9, quando famílias ficaram desabrigadas e desalojadas.

— O que vimos na última sexta (09) foi um cenário assustador e imediatamente  começamos a atuar com ações de emergência, para que as famílias da região de Morro do Coco não ficassem ainda mais prejudicadas. Hoje estamos avançando para reestruturar as áreas e evitar novos desastres. Pretendemos avançar muito mais na recuperação dos locais afetados pela chuva - destacou Rafael Diniz.

Na Escola Municipal Lulo Ferreira de Araújo, o prefeito esteve no espaço de vacinação da Secretaria de Saúde; na sala de abertura de processos para emissão Carteiras de Trabalho e cadastro de emprego da Superintendência  de Trabalho e Renda e na quadra de esportes onde foram realizadas atividades recreativas e corte de cabelo para a comunidade.

Em seguida, o prefeito esteve nos pontos onde a enxurrada danificou ruas. Um deles foi a Rua da Represa, no bairro do mesmo nome, onde uma máquina fazia a recuperação da via. "Passamos um por um susto aqui, quando a água desceu, arrastando tudo, mas agora as coisas estão melhorando. É bom ver que não estamos abandonados, que temos suporte sempre que necessário", afirmou o açougueiro Elço Ferreira, de 63 anos, que mora na parte alta da rua.

A ação deste sábado aconteceu através de uma ação integrada entre órgãos municipais como Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Fundação Municipal da Infância e Juventude (FMIJ), Superintendência de Trabalho e Renda (SMTR), Superintendência dos Direitos do Idoso, Fundação Municipal de Esportes (FME), Secretaria Municipal de Governo (SMG), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS) e Secretaria Municipal de Saúde (SMS).


Por: Edson Cordeiro - Foto: Rafael Peixoto -  17/03/2018 13:16:47

AJUDE A UMA CRIANÇA A SOBREBIVEER

1.999 pessoas já assinaram esta petição, Fernando Leite. Adicione sua assinatura também!
Minha filha tem AME tipo 1 e precisa do seu remédio! #AMELaurinha
Abaixo-assinado por gabriela pereira de lima
recife, Brasil
 1.999 
Apoiadores
Clique para assinar
Minha filha Laurinha tem uma doença rara e progressiva chamada AME (Atrofia Muscular Espinhal).

Os direitos dela a um tratamento adequado estão sendo NEGADOS pela justiça e pela Secretaria de Saúde de Recife!Há um ano e meio, demos entrada em um processo pedindo o alimento que ela deve tomar, chamado Fortini, e nada da Secretaria de Saúde liberar.

Ela usa uma sonda nasal para se alimentar e era pra ter feito uma cirurgia chamada gastrostomia, ou seja: a sonda era para estar na barriga dela não no nariz. Ela não consegue engolir nenhum tipo de alimento pela boca devido à gravidade da doença!

Quero que a justiça resolva a situação da minha filha! Já negaram o direito dela, que está prescrito em lei, de ter um home care em casa, como uma espécie de UTI domiciliar.

O caso está na justiça mas até hoje nada! Quero JUSTIÇA DE VERDADE! Minha filha merece viver.
Clique para assinar