sábado, março 28, 2015

O (AS)SALTO DO IPTU

Veja a "evolução" da tarifa do IPTU de Campos, entre os anos de 2013 e 2014 e o salto de 2015. Trata-se do mesmo apartamento no condomínio Verdes Campos, onde a prefeitura não moveu uma pedra desde 2014 que justificasse aumento tão escorchante.

Definitivamente, a população está tomando no IPTU.

A DEVASSA DA INTIMIDADE, O PADRE É A BOLA DA VEZ

Primeiro, explodiu nas redes sociais, um vídeo que registra a agressão física de uma mulher a uma outra, a quem acusa de manter um relacionamento clandestino com seu marido, com quem convive "há 26 anos". O filme foi postado no facebook e, imediatamente, compartilhado por milhares de internautas, o que resultou numa avalanche de visualizações.

Agora, é lançado na rede virtual, através do whatsApp, a fotografia do padre Alfredo, pároco da igreja matriz de Miracema, noroeste fluminense, em perfil erótico. A versões sobre o vazamento da foto são várias, desde vingança de uma mulher por um relacionamento desfeito até "namoro virtual", pelo facebook.


O padre foi afastado de suas funções pelo Bispado de Campos.

Sem filtros e sem controle externo, a grande rede, dispara informações e imagens como flexas atômicas, capazes de alcançar os pontos mais distantes do Planeta. Não há limites para a notícia virtual, seja ela qual for. Uma pena que modernidade tão importante seja utilizada para questões minúsculas, como a devassa da individualidade alheia.











sexta-feira, março 27, 2015

CAMPOS DOS GOYTACAZES E SUA VOCAÇÃOLIBERTÁRIA -- 180 ANOS

Neste sábado, 28 de Março, Campos comemora(?) 180 anos de sua elevação de Vila à categoria de Cidade. Não se trata de emancipação política, mas elevação à categoria de Município.

Esta Planície sempre foi soberana,  desde a Capitania de São Tomé.

Minha relação com esta terra é de amor irretratável, amor de filho adotivo. Quando cheguei, aqui, pra morar e estudar, nos primeiros anos da década de 70 do século passado, primeiro me assustei com a amplidão da Planície, eu que vim de um rincão cercado de serras, São Fidélis de Sigmaringa.

Depois, me dei conta que esse horizonte à perder de vista, é que, aqui, até a geografia tem a vocação da liberdade.

Vivo em Campos dos Goytacazes, os campos audazes, desde então. Constituí minha prole e já avanço para a terceira geração,

Aproveito a ocasião da festa(?) para repetir os primeiros versos de uma poesia que meu irmão, Antonio Roberto, dedicou à nossa cidade:

"Não sou nascido aqui, Planície amada,
mas é como se aqui nascido fosse,
pois tenho a alma impregnada
da brisa que te beija na alvorada
e do teu cheiro refrescante e doce"
(...)

Aproveito a ocasião para postar uma réplica da Carta de Ley que Elevou a Villa de São Salvador dos Campos à categoria de Cidade. Um trabalho de arte primoroso do designer gráfico, Sérgio Dias Provisano.

Viva Campos!


GOVERNO DO ESTADO MANDA REMÉDIOS PARA A SANTA CASA

A santa Casa de Misericórdia, que se levanta de uma grave crise de gestão, recebeu do Governo do Estado Rio de Janeiro, 4 caminhões de medicamentos.

A informação é do blog do Gustavo Matheus.

Veja imagens:


PREFEITURA AVISA EM NOTA QUE, NESTE MÊS, NÃO HAVERÁ PAGAMENTO DO CHEQUE-CIDADÃO

Replicado do blog da Suzy Monteiro, Na Curva do Rio:

A Secretaria da Família e Assistência Social informa que, neste mês de março, devido ao recadastramento do programa Cheque Cidadão, não haverá pagamento do benefício, que será normalizado somente no mês que vem, quando todas as famílias forem recadastradas, sendo verificadas aquelas que realmente têm direito e atendem aos novos critérios sociais e econômicos.

(ascom)

Cá comigo: ao final do recadastramento, certamente, o governo haverá de divulgar as discrepâncias encontradas, conforme denunciadas no início do levantamento. Aguardemos, pois.

TOMANDO NO IPTU

Com esse governo, é imprescindível estar sempre atento. Veja este vídeo com Robson Almeida:

AS ARMADILHAS DA RECÉM-INAUGURADA RJ 216

A reforma do trecho da RJ216, entre o Beco e Goytacazes, uma obra cara, de muitos milhões, recém-inaugurada, continua fazendo vítimas entre motoristas, com suas crateras precoces, escondidas em poças d'água.

Desta vez, foi este citroen, novo, com 8 mil kms rodados. O buracaço que fez um estrago na roda dianteira, fica na saída da pista, ao lado do Posto Interlagos.


CONCURSADOS DA PREFEITURA EXIGEM CONVOCAÇÃO

Esta questão chegou, em forma de comentáio, mas veio para a vitrine do Blog, por sua oportunidade, uma vez que várias escolas da rede estão com aulas suspensas por falta de pessoal. Com a palavra, as autoridades municipais:

Bom dia Fernando,
Gostaria de sua ajuda para poder divulgar uma aberração que está ocorrendo no que tange o último concurso realizado pelo Município de Campos.
O fato é que no edital eram previstas 180 vagas para Auxiliar de Turma, e até hoje foram convocados e nomeados 430.
Até aqui tudo bem, SÓ QUE NÃO!
A queridíssima Rosinha juntamente com o nobre Fred, IGNORAM TODOS OS OUTROS(AS) CONCURSADOS DOS OUTROS CARGOS, POIS NÃO CONVOCOU NENHUM DESTES!
Somos concursados aprovados e temos o direito de sermos chamados. Formamos uma comissão(grupo) e ingressaremos no Judiciário em breve.
É um apelo para que a mídia divulgue e nos ajude.
Não somos poucos: DEZENAS DE PROFESSORES DE ENSINO RELIGIOSO, INSPETORES DE ALUNOS E ACOMPANHANTES!
Como se não bastasse tanta irregularidade, eis que no Diário Oficial de hoje (27 de março), foi publicado o Edital de Abertura, PASME, para contratação de 300 PESSOAS PARA EXERCEREM AS FUNÇÕES DE "EDUCADOS E AUXILIAR DE EDUCADOR".
Com a palavra os Ilustres membros do Ministério Público, Secretario Garotinho, Rosinha e Fred.
Muito Obrigado!

FAMILIAS DA ZONA RURAL DE SFI RECEBEM APOIO DE ESTADO E PREFEITURA

      Pelo menos 200 famílias que residem no assentamento de Tipiti, situado na localidade de Morro do Bode, zona rural do município de São Francisco de Itabapoana, foram contempladas com o saneamento rural. A ação é do programa Rio Rural, da secretaria estadual de Agricultura, em parceria com prefeitura de São Francisco, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca.  
          
       A solenidade de inauguração, que aconteceu na tarde desta quinta-feira (26),  contou com a presença do Deputado Estadual e Secretário Estadual de Agricultura, Christino Áureo, o Deputado Estadual e presidente da comissão de Agricultura da Alerj, João Peixoto, o prefeito, Pedrinho Cherene, o vice prefeito, Amaro Barros, vereadores, secretários municipais, entre outras autoridades.                 
     “Com certeza há muita gente perguntando o porquê inaugurar fossas sépticas, por isso vale destacar que a Secretaria Estadual de Agricultura este ano completará 90 anos e nunca houve um programa de saneamento rural. É um mérito muito grande nesses próximos dois anos seguintes, 2015 e 2016, entregarmos mais de 18 mil fossas sépticas no estado. Este trabalho é escondido, mas traz muitos benefícios, um deles é impedir que haja mortalidade infantil”, destacou o Secretário Estadual,  Christino Áureo.  
      
    O saneamento é uma das ações do Rio Rural para o desenvolvimento sustentável. Ao todo, o programa já investiu R$ 8,5 milhões na implantação de cinco mil unidades de fossas sépticas biodigestoras, que foram criadas pela Embrapa com o objetivo da destinação adequada dos dejetos, evitando a poluição e o desperdício da água. Elas estão sendo instaladas em microbacias de 24 municípios das regiões Norte, Noroeste e Serrana.
                 
        Na ocasião, o prefeito Pedrinho Cherene enfatizou a importância do saneamento rural nas residências como uma melhoria de qualidade de vida e aproveitou a oportunidade para  entregar ao Deputado Estadual e Secretário Estadual de Agricultura, Christino Áureo,  um decreto de emergência para o enfrentamento da estiagem no município.  
                
    “Preocupados com a seca na nossa região desde que começou, como registro, estamos entregando, nas mãos do secretário, este documento que foi redigido no início desse mês, com a contribuição de todas as secretarias, em especial as de Agricultura e Defesa Civil. A nossa intenção é que esse estado de emergência seja homologado a nível estadual e federal , e, logo possamos receber mais recursos para amenizar os prejuízos”, ressaltou
               
      O Deputado Estadual e presidente da comissão de Agricultura da Alerj, João Peixoto, destacou o seu reconhecimento pelas ações que a prefeitura tem realizado em parceria com o governo do Estado para ajudar a população nesse período de seca. “Temos que nos conscientizar que os prejuízos que a população vem sofrendo por conta da seca não é culpa do prefeito, mas da natureza, já que não chove há um bom tempo em São Francisco ”, disse.
                 
(ascom)

DESABAFO DE UMA PRESIDENTE DE ENTIDADE CARNAVALESCA

(por e-mail)


Querida Campos dos Goytacazes e todos os

amantes do nosso carnaval! Sou presidente de uma

das entidades carnavalescas da nossa cidade, mas

infelizmente por motivos de retaliações e

perseguições, que a minha Agremiação

Carnavalesca, pode vir a passar, não posso me

Tanto eu como outros representantes legais de

entidades carnavalescas, estamos transtornados

com o descaso e a falta de respeito com a maior

cultura popular brasileira dentro da nossa cidade,

que é o carnaval. Desde 2009, o carnaval de

Campos dos Goytacazes e com promessas de

melhorias aos carnavalescos em sua dinâmica, vem

sendo realizado no final de Abril ou começo de

Maio, pois esta decisão, foi em decorrência de uma

enchente, neste referido ano, onde o carnaval saiu

do mês de fevereiro e foram transferidos entre os

meses de abril e maio, ficando como uma solução

alternativa para a realização do nosso carnaval, em

função dos fortes investimentos na programação do

verão em Farol, provocando um grande

esvaziamento de público nas arquibancadas em

nossos desfiles, na data em que é realizado o

calendário oficial do carnaval no Brasil. O que

acontece, é que com essa transferência de datas,

feitas pelo Governo da prefeita Rosinha Garotinho,

surgiu o Campos Folia, conhecido também como

Carnaval Fora de Época, saindo da Avenida Alberto

Lamego e ficando em definitivo no CEPOP, o

sambódromo da nossa cidade. O que acontece, é

que de lá pra cá, a política cultural do município,

demonstrou nenhuma preocupação em fazer um

trabalho sério e coeso, para que o nosso carnaval,

fosse tratado de forma progressiva e evolutiva.

Durante esse tempo, as únicas coisas de diferentes

que aconteceram dentro do nosso carnaval, foi a do

construção do CEPOP, e os altos cachês que foram

gastos nos pagamentos das Escolas de Samba do

Rio de Janeiro, que chegam até a se apresentarem,

com menos de 100 pessoas na abertura dos

desfiles, ganhando muito mais do que as nossas

Escolas e Blocos de Samba, que tem a

responsabilidade de colocar um carnaval inteiro na

avenida, com uma verba pública vergonhosa e que

sempre chega na última hora para a realização dos

nossos trabalhos. Em momento nenhum, a

Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, teve a

preocupação de captar recursos, através de leis de

incentivos a cultura, trouxe pra dentro da nossa

avenida sem consultar os carnavalescos, um

apresentador que recebe um cachê, que chega até

ser mais alto, do que a verba de uma Escola ou de

um Bloco de Samba, demostrando uma

discrepância irresponsável, totalmente sem sentido

com a realidade do nosso carnaval. Apresentador

este, o Sr. Milton Cunha, que fica o tempo todo

elogiando e falando bem da Prefeita Rosinha

Garotinho durante a realização do desfile, paga-se

muito caro a Comissões Julgadoras que vem de fora

e Comissões Técnicas, cachês altos, totalmente fora

da realidade do nosso Carnaval e por aí vai entre

outras aberrações que acabam provocando graves

prejuízos ao nosso carnaval.

Neste ano de 2015, o Governo trazendo como

desculpas a crise econômica, a queda de preço no

barril do petróleo, vem se posicionando

involuntariamente, contra a realização do Campos

Folia (Carnaval Fora de Época), querendo jogar até a

população e a opinião pública contra a realização

do carnaval, ´pois todos sabem, que todos os

problemas que a cidade ´já tinha antes desta crise

econômica, com certeza não foram causados com o

repasse de verbas que patrocinaram o nosso

carnaval. Entendo   todos os problemas que a

cidade está enfrentando, mas a cidade não pode

parar apesar de todos os problemas  e não

podemos aqui jogar nas costas das Escolas e Blocos

de Samba que fazem o Carnaval de Campos dos

Goytacazes, todas as responsabilidades desses

problemas que estão na saúde com falta de

remédio e médicos e salários atrasados, na

educação com falta de aula para as nossas crianças,

professores sem investimentos em suas

qualificações, obras caras, inacabadas e paradas

sem explicações, shows que beneficiam artistas

comprovadamente ligados ao governo Rosinha

Garotinho, problemas de ordem habitacional,

desempregos por falta de planejamento de gestão

política e administrativa.

Na verdade, o nosso carnaval, não é visto com

seriedade pelo Governo, queremos respeito, com

esta classe dos Carnavalescos da nossa cidade, pois

sabemos que na divisão do orçamento, a parte da

cultura é separada para que possam ser realizados

os investimentos nos eventos e projetos culturais, e

o carnaval é um bem cultural coletivo, diferente dos

individuais, que tem realizados vários eventos com

apadrinhamentos de pessoas ligados ao governo.

Dessa forma, realmente não sobra recursos, para se

investir na maior manifestação cultural da nossa

terra que é carnaval, diferente de muita gente que

pensa, que nós carnavalescos estamos querendo

tirar dinheiro da saúde, da educação, de casas

populares para realizar o carnaval, jamais

pensaríamos dessa forma, pois as nossas famílias

que fazem parte dessa população, inclusivamente

nós carnavalescos, somos também beneficiados por

essas políticas de necessidades básicas. O Governo

Rosinha Garotinho já deu a palavra da realização do

Campos Folia ( Carnaval Fora de Época ),  quando

recentemente a Presidente da Fundação Cultural

Jornalista Oswaldo Lima, a Sr.ª Patrícia Cordeiro,

nos autorizou a fazer compras de artigos de

carnaval no Rio de Janeiro, onde  da  mesma  forma,

através  dessa  atitude, foi entendido por todas as

Escolas e Blocos de Samba, que podíamos fazer

compras dentro e fora da nossa cidade e fazermos

contratos com os nossos artista como:

carnavalescos, intérpretes, mestre salas e porta

bandeira, coreógrafos de comissões de frente,

serralheiros, eletricistas, costureiras, artesãos e etc.

... todos já se comprometeram com cheques pré-

datados, acreditando na Senhora Patrícia,

Presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo

Lima, que o evento Campos Folia, já estava

garantido. Agora, depois disso tudo, estamos sendo

surpreendido, com a transferência de data para a

realização do carnaval fora de época, para o mês de

Junho ou Julho, isso tudo sem garantia, pois quem

dá a palavra e não cumpre, temos que ficar com os

dois pés atrás. Mas o  que  nos  deixam  altamente

preocupados, foram com os compromissos

assumidos que não teremos condições de cumpri-

los, com o adiamento do Campos Folia para o mês

de Junho ou Julho, assim mesmo sem garantia,

cheques pré-datados e cartões   de créditos,

negociados em compras e compromissos para a

realização do carnaval,  cobram juros muitos altos

após os vencimentos,  e pra piorar a situação, o

Governo Rosinha Garotinho, já teria batido o

martelo,  que teria uma redução de 25% da verba

comparado a verba do ano passado, quando houve

um aumento insignificante em 2014, e isso tudo,

muito longe da crise econômica que o Governo

firma em dizer que hoje está passando.

Ou nós carnavalescos, colocamos ordem na nossa

bandeira  e trazemos de volta o carnaval pra data

oficial quando é realizada em  todo Brasil, podendo

ser em data bastante aproximada, como uma

semana antes ou depois, ou todo ano vamos ficar

correndo este risco, onde nós carnavalescos

seremos sempre alvo de críticas, dos  seguimentos

dentro da sociedade e dentro do próprio governo,

jogando a população contra o carnaval de Campos

dos Goytacazes, acreditando que existem outras

prioridades pra se investir do que investir na

realização do carnaval fora de época, inventado

pelo próprio Governo da Prefeita Rosinha

Contraímos dívidas, após o deferimento verbal do

Governo Rosinha Garotinho, depois que a Patrícia

Cordeiro, Presidente da Fundação Cultural

Jornalista Oswaldo Lima deu a sua palavra, quando

nos autorizou a fazer nossas compras. E agora como

fica a nossa palavra perante os credores? Somos

carnavalescos e não caloteiros, pois amamos a

cultura e em especial amamos o carnaval.

Sou a favor da Cultura, pois um povo sem Cultura

fica muito mais doente e pra mim Cultura é saúde,

faz bem à alma e ao corpo, porém de forma

responsável, que não venha sacrificar outros

seguimentos que precisam se reestabelecer em prol

da nossa população.

Exemplo: é como se a Festa do Santíssimo Salvador,

fosse transferida ou cancelada, por causa da crise

econômica que a cidade vive, segundo o Governo.

Esta festa é tradição e sempre terá que ser tratada

com todo o respeito. Pelo meu conhecimento,

nunca vi na minha vida, aqui dentro da cidade de

Campos dos Goytacazes, uma Festa do Santíssimo

Salvador, seria isso, caso acontecesse. O que diria a
a sociedade?