segunda-feira, maio 25, 2015

ATENÇÃO, PROFESSOR MUNICIPAL

(Colaboração da professora Luciana Marques)


"Escola Municipal de Gestão do Legislativo (Emugle), da Câmara de Vereadores de Campos dos Goytacazes-RJ, está com inscrições abertas para as segundas e terceiras turmas do Curso de Formação de Diretores de Escolas. As aulas estão sendo realizadas na Emugle às segundas-feiras e quartas-feiras das 8h30 às 12h30 e às terças-feiras e quintas-feiras das 14 horas às 18 horas."
 
 Por muitos anos lutei para que fosse ofertado as professoras pela SMECE cursos noturnos, depois de muita luta alcançamos essa reivindicação. Já faz algum tempo que há variedade de cursos tanto na SMECE, quanto no Museu de Campos na Praça São Salvador ,porém o que quero solicitar, que você faça um questionamento: o motivo que leva a Emugle a excluir os professores que têm duas matrículas ou aqueles que fazem RET, pois como poderemos participar(capacitar) se os cursos só são fornecidos no diurno? Obrigado por poder sempre contar com você.

“O objetivo deste curso é aprimorar a formação dos gestores escolares quanto à aprendizagem e aplicação de modernas técnicas de gestão”, disse o professor Cristiano Souza, administrador com especialização na área de Educação, que ministra o curso, que consta de aulas de gestão de pessoas e liderança, gestão orçamentária, gestão de material, direito público e privado, planejamento e prática de gestão e administração patrimonial.

O Curso de Formação de Diretores de Escolas da Emugle é realizado em parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF), com certificado emitido pela UFF.

A diretora da Emugle, Claudia Oliveira, destacou a importância de um curso como este para o município.

“Este curso objetiva a valorização do servidor. Estamos contemplando os diretores de escolas com conteúdos que eles, embora utilizem no dia-a-dia, têm poucas oportunidades de se aprofundar, como as questões de conservação patrimonial, orçamento e prestação de contas e responsabilidade civil do gestor público. No curso, eles têm a oportunidade de conhecer a lei e a importância da relação interpessoal com a escola, professores, pessoal de apoio, equipe multidisciplinar e toda a comunidade”, afirma Cláudia.

As inscrições devem ser feitas na recepção da Emugle, localizada na Rua Baronesa da Lagoa Dourada, número 160, Centro de Campos, no horário das 8 horas às 17 horas. Os documentos necessários para efetuar a inscrição são: identidade, CPF e contracheque. Mais informações pelo telefone: (22) 2725-8821.

DE GRAÇA NA PRAÇA

(ascom)

UNIFLU promove ação social
gratuita para a população no Calçadão

     Dando prosseguimento ao compromisso de inserção cada vez maior na comunidade, ampliando as relações com a sociedade, o Centro Universitário Fluminense (UNIFLU) realiza no próximo dia 26, das 9h às 17 horas, no centro da cidade de Campos dos Goytacazes, o Projeto de Ação Social “É de Graça na Praça”.

     Professores e alunos de todos os cursos do UNIFLU estarão atendendo gratuitamente à população, no Calçadão, nas diversas áreas de especialização de ensino da Instituição universitária, com orientações práticas e úteis ao dia a dia do cidadão.

     A ação social é resultado da experiência positiva, realizada em 4 de novembro do ano passado, quando obteve ampla adesão popular, com atendimentos realizados durante todo o dia, confirmando a necessidade e os benefícios diretos da iniciativa à população.

     Altamente motivadora para os próprios alunos e professores a atividade, por outro lado, demonstra, com resultados práticos, como o ensino acadêmico e a atividade universitária também podem contribuir para ajudar na melhoria da qualidade de vida de pessoas que normalmente não têm acesso a informações e orientações -- das mais complexas até as mais simples -- das quais são carentes.

     Por isso mesmo, a ação está sendo repetida e vai ser intensificada, de acordo com a visão e os compromissos de campanha assumidos pela primeira reitoria eleita com voto direto no UNIFLU, que acaba de completar um ano de mandato, com o propósito de continuar o processo de abertura e de ampla participação institucional e democrática interna e externa.

      Nessa perspectiva, qualquer pessoa da comunidade, poderá participar ou receber orientações nas seguintes áreas de formação de graduação do UNIFLU:

 Arquitetura e Urbanismo - Orientação sobre uso de materiais para acabamento de construção residencial diversos.

Artes Visuais - Oficinas e apresentação de música, pintura, desenho e produção de brinquedos artesanais.

 Direito - Orientações jurídicas.

Letras e Pedagogia  - Orientação para redação oficial de documentos e Oficina de contação de histórias para crianças.

 Odontologia - Atividades de orientação para preservação da Saúde Oral.

 Tecnologia em Recursos Humanos - Orientação de Carreira Profissional e elaboração de Currículo Vitae.

 Logística – Orientações sobre serviços logísticos e a importância de Planejamentoe Gestão de Operações Logísticas

Jornalismo – Receber demandas de denúncias e reclamações sobre serviços públicos a serem encaminhadas aos órgãos responsáveis.

SEMANA DA IMPRENSA

AIC promove “Semana da imprensa” a partir desta quinta (28)


O curso de Jornalismo do Centro Universitário Fluminense (Uniflu), antiga Faculdade de Filosofia de Campos, está completando 50 anos e figura entre os mais antigos do Brasil. Este será o assunto da 25ª Semana da Imprensa que a Associação de Imprensa Campista (AIC) promove de quinta (28) a segunda-feira (dia 1º).  
Com o tema "O ensino de jornalismo nos 50 anos do curso do Uniflu”, o evento pretende revalorizar a formação universitária e a atuação qualificada nessa profissão que continua essencial para a democracia e a cidadania. Segundo o presidente da AIC, Vitor Menezes, o curso contribuiu para a profissionalização do jornalismo em Campos e também formou inúmeros jornalistas que hoje atuam em diversas outras cidades.
- É um momento de abraçar esta iniciativa de pioneiros do ensino de jornalismo e de discutir formas de incentivo ao seu crescimento, especialmente neste momento em que experimenta uma boa sequencia de formação de três novas turmas de primeiro período nos últimos semestres – destaca Vitor.
Programação - Na abertura (28), às 19h, na sala 204 do Campus I do Uniflu, haverá uma sessão do Cine Jornalismo AIC com o filme "O mercado de notícias (Brasil, 2014), seguida de debate com professores do curso.
A sexta-feira (29) será marcada por uma exposição de materiais e dados iniciais de pesquisa monográfica dos alunos, Aldir Gomes, Letícia Nunes e Paula Vigneron, sobre os 25 anos da Semana da Imprensa. A mostra acontece também na Sala 204, às 19h. Em seguida, só que na sede da AIC, às 21h, haverá o Balada Curta, evento que reúne atrações culturais e o Bar da AIC.
A Semana da Imprensa segue no domingo (31) com mais uma edição do Imprensa Pelada - O futebol anual dos coleguinhas. A partida está marcada para as 10h, no Arena Soccer 12 (anexo ao Kennel).
O encerramento do evento será na segunda (1º), às 19h, na sala 204 do Uniflu com a mesa sobre "As perspectivas regionais no ensino de jornalismo". O debate terá a participação dos professores, Julio Tinoco, coordenador do curso de Jornalismo do Uniflu, e Gerson Dudus, professor do curso de Comunicação Social da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora (Macaé). A moderação será feita por Vitor Menezes.
A Semana da Imprensa conta com a parceria do Curso de Jornalismo do Uniflu e apoio do Arena Soccer. Todas as atividades têm acesso gratuito e são abertas ao público interessado nos debates sobre a profissão.

HGG: ARROMBADO E FURTADO

JORNAL TERCEIRA VIA:

Ladrões arrombam e furtam material do Hospital Geral de Guarus

O crime teria sido descoberto na manhã desta segunda-feira por funcionários

O setor de endoscopia e colonoscopia do Hospital Geral de Guarus foi arrombado neste final de semana. O crime teria sido descoberto na manhã desta segunda-feira (25) por funcionários que iniciavam o plantão. O material furtado está avaliado em aproximadamente R$ 150 mil. 

Segundo a Polícia Militar, as portas que dão acesso ao setor foram arrombadas. Do local foram furtados tubos de colonoscopia, sondas, estabilizadores e monitores. A direção teria informado à polícia que as câmeras de segurança podem não ter gravado a ação dos criminosos, já que estão em manutenção. 

O crime foi registrado na delegacia de Guarus.
Em nota, a assessoria de imprenda da unidade informou que "funcionários do setor de Diagnóstico por Imagem do Hospital Geral de Guarus identificaram na manhã desta segunda-feira (25) que três portas do setor estavam arrombadas e que três tubos, sendo dois de colonoscopia e um de endoscopia foram furtados. A direção geral chamou a polícia ao local, onde uma perícia foi realizada e um Boletim de Ocorrência foi registrado. O prejuízo estimado é de 150 mil reais. O hospital conta com vigilantes patrimoniais".

Ainda de acordo com a nota, "as gravações das câmeras estão sendo verificadas visando a identificações de quem se dirigiu ao setor no final de semana, período em que as salas permanecem fechadas já que funciona de segunda a sexta-feira. Um procedimento administrativo será aberto para esclarecer e punir os responsáveis.Temporariamente os exames de colonoscopia e endoscopia estão suspensos, mas direção informou que retomará os mesmos nos próximos dias".

ESTÁ REABERTA A QUITANDA VIRTUAL

Já, já, têm notícias frescas na banca!

sábado, maio 23, 2015

A VOZ DE UMA PROFESSORA MUNICIPAL DE CAMPOS

(Pelo in box)

Não vou medir palavras. Quem costumava ler minhas incansáveis denúncias, sabe o que um professor passa para conseguir seus objetivos.Mas o que faz eu retornar ao facebook é a tristeza ao observar que muitas educadoras depois de conseguirem seus objetivos pessoais, esquecem que somos uma CLASSE DE PROFESSORES e que mesmo que faça parte de uma escola estruturada(pouquíssimas no âmbito de 239 escolas, não totalizam nem 15%), devem ter o DEVER de participar pois na hora de receber os DIREITOS, há de se entender que TODOS serão contemplados. 

Desde criança que escutava a minha mãe dizer que os governantes nunca veem a educação como prioridade, isso é notório. Contudo, pude observar quantas orientandas do PNAIC estavam lá na praça,sem contar algumas orientadoras também, isso reflete o quanto estamos batalhando na escola, capacitando-nos, LUTANDO na rua com a conscientização da população, isto prova e demonstra o quanto somos capazes e o quanto devemos cada vez mais, esmerarmos para e pelo melhor para nossos educandos. 

Lá na praça não estavam subservientes, DAS ou cargos "transeuntes", estavam sim BRAVAS GUERREIRAS, que continuarão a lutar dia após dia em prol de uma EDUCAÇÃO DIGNA, JUSTA E IGUALITÁRIA PARA TODOS OS ALUNOS. 

E eu conclamo aos que leem agora e que se acovardaram, ou melhor, se omitiram, que coloquem as MÃOS NA CONSCIÊNCIA, as mesmas que você utiliza para clamar ao criador nas horas de desespero, e não deem ouvidos aos seus pares que citam que os governantes nunca farão pela educação.Escutava minha mãe , mas sempre sonhava em ser professora...realizei meu sonho! Porém, não posso fazer das palavras da minha progenitora algo que vá me desestimular; se os governantes não cumprem com o DEVER deles, nós eleitores daremos uma resposta com o nosso DIREITO de voto nas próximas eleições. 

Professor a conscientização dos DIREITOS e DEVERES do cidadão estão nas nossas mãos, quando utilizamos sem manobra de persuasão , mas sim com a politização e o exercício da cidadania . Pra frente que se caminha, pra frente que se alcança...RETROCEDER JAMAIS!!!

(Luciana Marques, professora municipal)

sexta-feira, maio 22, 2015

PROFESSORES VOLTAM ÀS SALAS NA SEGUNDA, MAS MANTÊM ESTADO DE GREVE

Os profissionais da Educação de Campos voltarão às salas de aula, na próxima segunda feira, 26, mas ainda em estado de greve, depois de uma ocupação histórica do pátio interno da prefeitura, por mais de 6 horas, e uma assembléia pública na praça do Santíssimo Salvador, com mais de 600 professores. O movimento grevista mantém a pauta de reivindicações, de reajuste anual, revisão do plano de cargos e carreira, concurso publico para vagas abertas com a demissão de contratados e melhoria imediata da infraestrutura das unidades da rede oficial.

Ao final, do movimento, duas questões se sobressaem:  a unidade da categoria e o espectro de um governo autoritário, repetente e em frangalhos.

Leia matéria sobre o assunto na Folha da Manhã.

EM CAMPOS, CARNAVAL FOI PRO PAU!

Do G1:

'Campos Folia' 2015 é cancelado e carnavalescos amargam prejuízo

Liga afirma que vai pedir ressarcimento à Fundação Zumbi.
Crise do petróleo foi apontada pela prefeitura como o motivo da suspensão.

Dulcides NettoDo G1 Norte Fluminense
Amigos da Farra leva muitas cores e emoção ao Carnaval de Campos, RJ (Foto: Divulgação/ Secom)Prefeitura cancelou a festa desse ano, e Carnaval deve continuar fora de época. Porém, uma semana antes do Carnaval no calendário oficial (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Campos)
Após adiar por duas vezes, a Prefeitura de Campos resolveu cancelar o Campos Folia 2015, Carnaval fora de época de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. O evento chegou a ser marcado para o meio e final de junho, e as agremiações afirmam que tiveram gastos com a preparação da festa. A Liga Independente das Escolas de Samba (Liescam) vai enviar ofício para a Fundação Zumbi dos Palmares, responsável pelo repasse de verbas,  solicitando pelo menos 50% de subvenção. Os carnavalescos não informaram o total do prejuízo. Através de nota, o governo municipal alegou que a atual crise econômica do país fez com que o município tomasse essa decisão.
"Fizemos muitas dívidas. Estamos com o nosso Carnaval pronto e precisamos de pelo menos 50% da verba que seria repassada às escolas. Foram feitas compras, a gente leva um ano para preparar o desfile", declarou Marcelo Velasco, vice-presidente da Liescam, que se reuniu na manhã desta sexta-feira com a Procuradoria do Município e foi orientado a fazer o ofício de solicitação.
A notícia do cancelamento foi recebida com choro nos barracões, segundo Velasco. De acordo com ele, os carnavalescos acham justo que a prefeitura suspenda também as Festas do Fundão, Coesa e São Salvador.
"Se não pode ter Carnaval, também não vai poder ter outra festa. Se tivéssemos certeza que a crise acabaria com o Carnaval cancelado, eu mesmo teria conversado com os carnavalescos para suspender a festa este ano. Estamos impedidos de levar alegria para a população de Campos. É muito triste", disse o vice-presidente da Liescam, informando que os desfiles dos bois pintadinhos, que ocorreria em agosto, também foi cancelado.
No mês de março deste ano, a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) informou que tinha atentido ao pedido dos carnavalescos de transferir para a primeira quinzena de junho o Campos Folia 2015. No início de maio, a prefeitura alterou novamente o calendário da festa para o final de junho. O município propôs que o Carnaval seja realizado somente em 2016, entre os dias 29 e 31 de janeiro, uma semana antes da festa no calendário oficial.
Em nota, a prefeitura disse que os carnavalescos vão se reunir já nesta sexta-feira para discutir o Carnaval do próximo ano, que será realizado através de parcerias com a iniciativa privada.
"Devido a crise internacional da cotação do barril do petróleo e a redução brusca das participações especiais, a Prefeitura de Campos está redimensionando as atividades, inclusive o calendário de eventos", disse a nota.

PROFESSORES ACAMPADOS NA PREFEITURA

(Do sitio www.noticiaurbana.com.br)



IMAGENS DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO NO CESEC

Imagens da manifestação dos grevistas da Educação no entorno do CESEC;

(Do mural do Fabiano Seixas)