segunda-feira, setembro 01, 2014

COMO É O NOME DESSA RUA?

Oportuna abordagem do Humberto Rangel, do Conselho Municipal de Cultura e do IGCC . Leia:

> Uma breve passadinha pelas ruas centrais da cidade, como fiz na última quinta-feira, deixa qualquer cidadão indignado e confuso. A cidade que há muito não recebia placas novas, indicando os nomes das ruas, agora apresenta uma inovação, com umas placas azuis, de design moderno, parecendo com o desenho de um chuvisco. Bonitas. Se a boa nova agrada, na informação e no formato, ao mesmo tempo, causa espanto e indignação. A tradicional avenida 15 de novembro virou Jornalista Osvaldo Lima, a também tradicional Padre Carmelo, no Turfe, que já foi rua Costinha, agora homenageia o pai do ex vereador Renatinho Barbosa, que deve ter uma grande história em Campos, para receber esta homenagem. E, por fim, das que pude constatar, a importante rua do Barão, ao lado do prédio da Câmara, de imponente, conhecida e histórica Barão da Lagoa Dourada, virou um nome tão espantoso que eu recusei a ler. Ora senhores vereadores, mais trabalho e menos pirotecnia. Parem de complicar a vida do cidadão campista.

> Lamentável frisar, que as mudanças aconteceram em comunhão quase criminosa entre os próprios vereadores, sem consulta aos moradores, sem nada. O objetivo é só o de bajular alguns e complicar a vida do cidadão comum. O único fato positivo dessas mudanças é que joga por terra a resposta dada pelo presidente de legislativo, Édson Batista, de que mudança de nome de rua não pode ser feita, em virtude da confusão causada pelo CPF das mesmas, pelos Correios, quando consultado, pela AIC – Associação de Imprensa Campista -, para a volta de nomes tradicionais das ruas de nossa terra, como a poética Formosa, que virou Tenente Coronel Cardoso, um cidadão que sua obra mais importante foram a feitura de seus dois filhos: Gilberto e Olavo Cardoso, que curiosamente, viraram nomes de ginásios. Gilberto Cardoso, histórico ex presidente do Flamengo, que dá nome ao Maracanãnzinho, no Rio e o Olavo Cardoso, também ex presidente do Automóvel Clube, que dá nome ao ginásio do clube ouro-azul. É o resumo da grande obra desse senhor Tenente Coronel Cardoso. Ora Dr. Édson?!? Poder mudar, como vimos, pode. 

> Já disse que se o jornalista e escritor José Cândido de Carvalho, hoje voltasse a Campos, para um rolezinho em companhia de seu famoso Coronel, não saberia mais andar pela cidade que tanto amou e divulgou, pois a sua rua da Jaca, onde nasceu, virou Voluntários da Pátria e a da rua Aquidabã, onde viveu o resto de sua vida e que o bicampeão mundial Didi, jogou suas primeiras peladas, virou Comendador José Sanguedo, de tão brilhante passagem pelas nossas letras e campos de futebol. Lamentável.

> É a memória da cidade que não é preservada e cultuada, devagar vai sendo jogada na lata de lixo, por quem deveria mais conservar, os seus vereadores.

> Vingança oportuna está sendo preparada pelos moradores de um condomínio da antiga rua do Barão que entrou com um ofício na Câmara, solicitando o nome do vereador que teve a brilhante idéia de mudar o nome da rua e de todos os vereadores que aprovaram a mudança, para poder estender uma faixa, em frente ao prédio, “louvando”, à todos. Se a moda pega....

> Este, infelizmente, é o pesado tributo que cidade paga por ter eleita algumas pessoas sem nenhum vínculo histórico com a comunidade e que na compra de votos, como foi provado pela operação cinquentinha, se elegeram e hoje estão aí, falando em nome do povo, que eles pensam que representam.



> Humberto Moreira Rangel

> Membro do Conselho Municipal de Cultura e do Instituto Histórico e Geográfico de Campos.

PESCADORES DESAPARECIDOS NO MAR DE FAROL

(Página do Ururau)

Dois pescadores da praia do Farol de São Tomé, em Campos, estão desaparecidos desde o domingo passado (24/08), os homens, um deles identificado como Renildo Barreto de Souza, de 33 anos, deveriam ter voltado entre quarta (27/08) e quinta-feira (28/08).
Segundo a Colônia de Pescadores do Farol, os familiares dos pescadores desaparecidos comunicaram o desaparecimento dos mesmos durante a tarde da última sexta-feira (29/08).
As buscas começaram na tarde do domingo (31/08), pela Capitânia dos Portos de São João da Barra, e se intensificaram no início da manhã desta segunda (01/09), por volta das 5h, contando inclusive com o auxílio de um helicóptero.
A embarcação onde os dois pescadores estavam se chama Nágila, e segundo a Colônia foram encontrados pedaços de um barco parecido com ele na orla da praia.
As buscas devem continuar durante todo o dia.
(Fotografia de Carlos Grevi)

CIRANDA PRA DONA DEJA

Homenagem de Paulo Ciranda à memória de minha mãe, Djanira, que completaria 96 anos, neste 1° de setembro. (Musica Ciranda, dele e letra de Antonio Roberto Fernandes)


DO CANAVIAL AO PORTO, EXPOSIÇÃO NO SESC

O Sesc Campos convida para o coquetel de abertura da exposição fotográfica "Do Canavial ao Porto", de Wellington Cordeiro. Dia 3 de setembro, às 19h. Entrada franca

Moenda

usina
mói a cana
o caldo
e o bagaço

usina
mói o braço
a carne
o osso

usina
mói o sangue
a fruta
e o caroço

tritura suga torce
dos pés até o pescoço

e do alto da casa grande
os donos do engenho controlam
o saldo e o lucro


Artur Gomes
do livro: Suor & Cio - MVPB Edições - Ipanema-RJ - 1985 - www.goytacity.blogspot.com

DENUNCIA DE FALTA DE ISOLAMENTO NO FERREIRA MACHADO

(Por e-mail)

Fernando, VC poderia publicar no seu blog, que no Ferreira não tem isolamento. O pronto socorro tem tuberculosos, no corredor. Sem mascaras, com risco de contágio em q passa. Olha, tem paciente que tá colocando sangue. Onde já se viu, um pronto socorro não ter isolamento? Hj, exatamente hj, tem 2 pacientes no corredor, com tuberculose. E cheio de pacientes e funcionários passando. Fui visitar uma pessoa amiga e vi a cena. Só posso contar com vc. Por favor, publique, se puder. Obrigado.

OS NÚMEROS DO CORONEL RAMIRO À FRENTE DO 8° BPM

(ASCOM)

Em um mês de comando do coronel Ramiro Oliveira Campos podemos constatar um grande volume de apreensões que podem ser percebidas e medidas através de números. Ao todo foram 378 munições e 49 armas apreendidas, 32 carros recuperados, 148 presos, 50 menores detidos e ao todo 12 kilos e 367 gramas de drogas divididas em maconha, cocaína e crack. Deixando claro que essas operações continuarão de forma esporádica.


NOVA OPERAÇÃO DE PACIFICAÇÃO EM CAMPOS

A força tarefa do 8º Batalhão da Policia Militar que vêm operando na missão de pacificação, em Campos, deixou o quartel às 3 da tarde desta segunda, 1º de setembro, em direção ao parque Guarús, onde, pela manhã, houve disparos de tiros.

No final da tarde, o coronel-comandante fará um resumo da operação.

GUARDAS CIVIS DE CAMPOS CONVOCAM CATEGORIA

(ascom)

Companheiros de luta, para quem estava achando que estávamos mortos e parados, apareçam no dia e local combinados e fiquem sabendo, que o nosso movimento já ganhou projeção nacional, dentre outras coisas. 
Até lá!


CAMPOS E SEU PRECÁRIO MOBILIÁRIO URBANO

O ciclo das águas sinaliza que, entrando setembro, recomeça o período de chuvas, o que é muito, muito bom pra lavoura, mas em Campos, é muito ruim para os passageiros do caótico transporte coletivo. Se já não bastassem todos os problemas fartamente conhecidos, a prefeitura retirou abrigos dos pontos de ônibus e não colocou mobiliário novo. E nem diz quando e se vai colocar.

Veja algumas imagens que colhi

Este é um, entre muitos na XV de novembro
Estes dois pontos são na Alberto Lamego

domingo, agosto 31, 2014

CASO DE SUSPEITA DE MENINGITE NO HGG

Recebo a grave informação que, neste momento, um paciente está na urgência do HGG, com quadro clínico de suspeita de meningite, necessitando de uma tomografia de cérebro para confirmação ou não e avaliação, em caso positivo, das dimensões da infecção.

Ele já foi levado à Unimed, junto com outros pacientes, mas não foi possível fazer o seu exame, devido à seu estado de instabilidade, embora já tenha sido colhido o líquor.

A equipe médica deverá decidir sobre o risco de manda-lo de novo à Unimed para realização do exame. Infelizmente, é grande o risco da confirmação de meningite, o que obrigará a direção clínica do Hospital a arranjar vaga para o paciente na UTI.


O médico Wilson Cabral, diretor geral do Hospital Geral de Guarus, confirmou que o caso exigiu cuidados especiais, uma vez que há um quadro de instabilidade clínica que precisa ser equilibrado antes de submetê-lo à tomografia. Disse que o tomógrafo do Hospital está em manutenção e que o governo já providenciou a compra de um equipamento novo.