sexta-feira, dezembro 02, 2016

MPF DESISTE DE PRENDER MULHER DE SERGIO CABRAL

(O Dia - Coluna Justiça e Cidadania por Adriana Cruz)


MPF não quer mais prender Adriana Ancelmo

O Ministério Público Federal desistiu de manter no Tribunal Regional Federal 2 (TRF-2), o pedido de prisão temporária  da ex-primeira dama do governo do Estado, a advogada Adriana Ancelmo. A Procuradoria Regional da República sustentou, para o recuo, que ela prestou os esclarecimentos à Polícia Federal sobre a investigação que levou para a cadeia o ex-governador Sérgio Cabral e outros nove acusados de cobrar propina de empreiteiras no valor total de R$ 224 milhões.
Com o novo posicionamento do Ministério Público Federal, o desembargador federal Abel Gomes decidiu pela extinção do pedido. “ “Sendo assim, verifica-se que o presente recurso em sentido estrito está prejudicado, na medida em que a condução coercitiva foi cumprida e capaz de alcançar o intuito ministerial de esclarecimento dos fatos por parte da recorrida”, explicou Gomes.

PF PRENDE PREFEITA DE RIBEIRÃO PRETO

G1


02/12/2016 07h28 - Atualizado em 02/12/2016 08h57

Prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, é presa na segunda fase da Sevandija

Dois ex-advogados do Sindicato dos Servidores e ex-secretário foram presos.
São cumpridos mandados de prisão e de busca em três cidades paulistas.

Do G1 Ribeirão e Franca
A prefeita de Ribeirão Preto (SP), Dárcy Vera (PSD), foi presa na manhã desta sexta-feira (2) durante a Operação Mamãe Noel, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público (MP).
Também foram presos nesta sexta-feira Sandro Rovani da Silveira Neto e Maria Zuely Alves Librandi, ex-advogados do Sindicato dos Servidores Municipais, e o ex-secretário Marco Antônio dos Santos, que chefiava a Companhia de Desenvolvimento Econônimo (Coderp) e o Departamento de Água e Esgoto (Daerp).
G1 está procurando pelos advogados dos presos, mas nenhum deles atendeu as ligações.
Todos foram levados para a sede da PF em Ribeirão. Dárcy deve ser transferida para a capital paulista, uma vez que, apesar das investigações do Gaeco, o processo contra ela é analisado pela Procuradoria Geral do Estado.
Em nota, a PF informou que o nome desta fase - Mamãe Noel - se deve às evidências de que Maria Zuely repassou, entre 2013 e 2016, mais de R$ 5 milhões aos demais denunciados, em dinheiro e cheques. O valor teria sido desviado dos cofres públicos.
A PF comunicou que outros mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão são cumpridos, mas não especificou quantos. A nota diz apenas que são apurados crimes de peculato, falsidade ideológica, uso de documento falso, corrupção passiva e ativa.
“Os fatos apurados baseiam-se em provas obtidas por meio da análise e investigações realizadas nos materiais apreendidos e depoimentos colhidos após a deflagração da primeira fase da Operação Sevandija”, diz a nota.
Dárcy foi presa na casa onde mora, no bairro Ribeirânia, por volta de 6h, e levada à sede da PF em Ribeirão, mas deve ser transferida para São Paulo ainda nesta sexta-feira, uma vez que tem foro privilegiado. Por volta de 8h, advogados dela estiveram na residência para buscar pertences pessoais da prefeita.
Prefeita Dárcy Vera prestou depoimento por nove horas na Procuradoria Geral do Estado (Foto: Reprodução/EPTV)Prefeita Dárcy Vera durante depoimento na Procuradoria Geral do Estado em SP (Foto: Reprodução/EPTV)
Busca e apreensão
Agentes da PF e do Gaeco também cumprem mandado de busca e apreensão em uma fazenda em Cajuru (SP), comprada por R$ 1,7 milhão pela advogada Maria Zuely, supostamente com dinheiro desviado da Prefeitura.
Ainda segundo a investigação, Maria Zuely foi usada como “laranja” pelos demais suspeitos. Atualmente bloqueado pela Justiça, o imóvel seria uma garantia aos envolvidos nas fraudes diante da proximidade do fim do mandato da atual prefeita Dárcy Vera.
"Zuely quer aproveitar enquanto Marco Antonio e Dárcy comandam o executivo municipal para garantir o máximo de dinheiro possível e empregar esses valores em outras atividades que possam sustentá-los (todos) caso a nova administração não possibilite as mesmas práticas criminosas" , descreve a PF no inquérito da Operação Sevandija.
Compra de fazenda em Cajuru (SP) está na mira da Operação Sevandija em Ribeirão Preto (Foto: Alexandre Sá/EPTV)Fazenda em Cajuru (SP) é alvo de mandado de busca e apreensão (Foto: Alexandre Sá/EPTV)
Primeira fase
Maria Zuely, Sandro Rovani e Marco Antônio dos Santos haviam sido presos na primeira faseda Operação Sevandija, em 1º de setembro, mas acabaram sendo libertados posteriormente. Maria Zuely tentou acordo de delação premiada, que foi acabou negado pelo Gaeco. Rovani e Santos obtiveram liberdade provisória.
Os três e a prefeita Dárcy Vera são suspeitos de participar de um rateio ilícito de honorários advocatícios devidos à Maria Zuely em uma ação movida contra a Prefeitura em nome de servidores municipais. O valor dividido seria de R$ 69, 9 milhões.
A partir de interceptações telefônicas e apreensão de documentos, PF e Gaeco identificaram o esquema de corrupção envolvendo o pagamento dos honorários referentes à sentença popularmente chamada de "acordo dos 28%", um processo movido pelo Sindicato contra a Prefeitura exigindo a reposição de perdas salariais do Plano Collor.
Maria Zuely Alves Librandi e Sandro Rovani da Silveira Neto (Foto: Reprodução/EPTV)Maria Zuely Alves Librandi e Sandro Rovani da Silveira Neto também foram presos nesta sexta-feira (2) na Operação Mamãe Notel (Foto: Reprodução/EPTV)
Inicialmente, a suspeita era de que agentes públicos responsáveis por liberar os pagamentos do acordo judicial exigiam que Maria Zuely, que representou os servidores municipais na ação, pagasse propina para receber os valores que lhe eram devidos.
Entretanto, documento apreendido no escritório de Sandro Rovani aponta que, na verdade, houve um acerto entre as partes muito antes da decisão judicial. Para o Gaeco, o acordo só ocorreu porque os três fizeram um acerto prévio, dividindo o valor total dos honorários que seriam recebidos pela ex-advogada do Sindicato.
Ainda são suspeitos de participar do mesmo esquema o presidente afastado do Sindicato dos Servidores Municipais, Wagner Rodrigues, e o advogado André Soares Hentz, contratado por Maria Zuely para defendê-la em outra ação, em que reivindicava o direito de receber os honorários, uma vez que já tinha deixado de representar o Sindicato.
Rodrigues e Hentz foram alvos de mandado de condução coercitiva - quando a pessoa é levada para prestar depoimento - na primeira fase da Operação Sevandija. Na Operação Mamãe Noel, deflagrada nesta sexta-feira, os dois não são citados. Ambos sempre negaram as acusações e informaram que colaboram com as investigações.
Ex-superintendente do Daerp Marco Antônio dos Santos foi preso na Operação Sevandija (Foto: Reprodução/EPTV)Ex-chefe da Coderp Marco Antônio dos Santos foi preso em 1º de setembro, mas obteve liberdade provisória (Foto: Reprodução/EPTV)

quinta-feira, dezembro 01, 2016

CORPO DE BRUNO RANGEL DEVE CHEGAR DOMINGO A CAMPOS


Bruno deverá ser velado na Câmara Municipal


O serviço funerário da Colômbia conclui, na noite desta quinta feira, 1, o processo de embalsamento dos corpos dos jogadores da Chapecoense e jornalistas, vítimas da tragédia aérea da última terça feira, 29 de outubro. A previsão é que todos os corpos estejam em condições de traslado, à 1h da madrugada desta sexta, 2.

Três aviões Hércules da Força Aérea Brasileira estão no aeroporto de Manaus aguardando a sinalização para seguir para o aeroporto de Medellin. De lá, seguirão em comboio até a cidade de Chapecó, Santa Catarina, onde serão homenageados na arena Kondá.

Depois da cerimônia os jogadores de outras cidades, serão levados para sepultamento em seus municípios de origem, como é o caso do campista, Bruno Rangel. Ele deverá chegar a Campos, no domingo, pela manhã.

O DRAMA DOS PACIENTES DE CAMPOS QUE FAZEM TRATAMENTO FORA DO MUNICÍPIO

(Do mural de Regina Silva)




Pacientes do TFD (Tratamento Fora de Domicilio)que faz Tratamento no Rio,hj mas uma vez o Micro Onibuns está com defeito é os Pacientes não poderam ir fazer seus tratamentos,leva tanto tempo pra conseguir uma consulta;exame ou mesmo uma cirurgia e por #PURA #INCOPETENCIA do chefe do Transporte;por não ter um onibuns Extra pra colocar no lugar ...Infelizmente estamos nas mãos dessas pessoas sem #HUMANIDADE. Mas com os dias contados Graças a Deus 

ODEBRECHT: FECHADO O ACORDO DA "DELAÇÃO DO FIM DO MUNDO"

Ministro Teori, do STF - essa delação vai feder a carbureto.


Está selado o acordo de delação premiada do dono da Odebrecht, Emílio Odebrecht, com o Ministério Público Federal, em Curitiba. A informação foi confirmada agora à tarde, pela reportagem da Globonews. Considerada a "delação do fim do mundo", ela envolve 77 executivos da empresa, além de Marcelo Odebrecht, filho do dono.

Ao todo, cerca de 200 políticos, alguns com foro privilegiado e outros não, serão denunciados, cabendo ao ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, encaminhar as ações processuais.

Para além dos negócios com a Petrobras, a delação da Odebrecht, que tambem assinou acordo de leniência - uma espécie de delação de pessoa jurídica - se comprometeu em devolver ao tesouro mais de 6 bilhões de reais. Entre os denunciados, políticos de todas as esferas, federal, estaduais e municipais.

MOTORISTAS DE AMBULÂNCIAS DE CAMPOS COM SALÁRIOS ATRASADOS

(Pelo in box)



Boa tarde nobre Fernando, aqui quem fala é um humilde motorista de ambulancia que esta com nada menos, nada mais que 3 meses de salarios atrasados, Ferias parceladas em 3x, Tickets alimemtaçoes 5 meses atrasados, Diarias desde abril sem receber, viaturas pessimas condiçoes de trabalhos com IPVAs atrasados desde 2014 e agora soube que essa firma PRIME ADMINISTRAÇOES E SERVIÇOS ( AMBULANCIA) e do coronel da lapa . Nos ajude publicando em sua pagina e por favor nao me exponha pois posso perder o emprego, somos amordaçados pelo Gerente dessa desgraça de empresa, tal de JUNIOR e LUCIANO.

PREFEITURA DEMITE CONTRATADOS POR RPA

Fui informado, por in box, que todos os contratados pela prefeitura de Campos, em regime de RPA, foram demitidos. Nessa leva, estão médicos, o que representará, de imediato, baixa na rede.
Resta saber se a administração que definha vai convocar os concursados.

SALVEM A LAVA JATO!



Urgente -- os parlamentares retalharam o pacote anticorrupção e incluíram uma emenda que torna fácil punir juízes — isso pode destruir a Operação Lava Jato!Podemos barrar essa mudança no Senado. Assine agora e compartilhe com todo mundo:

ASSINE A PETIÇÃO
Queridos amigos,

Às 4h19 da manhã, os deputados fulminaram as 10 medidas Contra a Corrupção e criaram uma mordaça para nossos juízes e o Ministério Público.

O futuro da Operação Lava Jato depende disso — agora o projeto de lei vai para o Senado, e se fizermos barulho o suficiente, podemos convencer os senadores a derrubar essa emenda terrível, assim como conseguimos derrubar a anistia ao Caixa 2.

Sem dúvida, o abuso de autoridade no Judiciário têm que ser contido, mas essa emenda é uma tentativa de enquadrar quem enfrenta a corrupçãojustamente por parte dos políticos suspeitos de crimes. Não podemos ficar calados:

Clique para assinar a petição e compartilhe com todos via Facebook, Twitter, WhatsApp… em todas as redes!

Nossos políticos têm medo de cair nas garras da Justiça. Eles fulminaram as 10 Medidas Contra a Corrupção - o relator do projeto chegou a ser vaiado no Plenário quando pediu que não fosse aprovada essa emenda em plena madrugada, sem participação popular ou transparência para a sociedade.

São poucos os partidos políticos que não estão envolvidos em escândalos de corrupção — é exatamente por isso que os parlamentares estão fazendo de tudo, inclusive aprovando emendas na calada da noite, para tentar se proteger.

A qualquer momento os senadores também votarão a proposta, e eles podem carimbar a decisão dos deputados ou ouvir de verdade o que nós temos a dizer. Se coletarmos um número grande de assinaturas no curto espaço de tempo antes da votação, mostraremos que não aceitamos quaisquer tentativas de limitar a justiça e conseguiremos livrar nossos juízes e o Ministério Público da ameaça que os parlamentares estão fazendo.

Clique para assinar a petição e compartilhe com todos via Facebook, Twitter, WhatsApp… em todas as redes!

Na semana passada, a anistia ao Caixa 2 só foi rejeitada porque brasileiros de todas as partes se mobilizaram para pressionar os deputados. Podemos conseguir vitória, e barrar essa tentativa nefasta dos deputados de impor limites e intimidar nossos juízes.

Com esperança e determinação,

Diego, Carol, Luis, Maria Paz, Marigona, Pati e toda a equipe da Avaaz 

quarta-feira, novembro 30, 2016

O JUDICIÁRIO OLÍMPICO

Tudo bem, tô fechado com os delegados da  Polícia Federal e promotores do Ministério Público Federal que compõem a Força Tarefa da  Lava Jato e que foram golpeados pelos deputados bandidos que alteraram o escopo do projeto de lei de iniciativa popular, com mais de 2,5 milhões de assinaturas, das 10 medidas contra a corrupção.

Os deputados, na calada da noite, diante de uma população perplexa ante a tragédia aérea com os atletas da Chapecoense e jornalistas, reduziram a pó de traque o projeto de lei e cuidaram de sua auto proteção. "Se gritar pega ladrão, não fica um..."

Mas convenhamos, o Judiciário não pode continuar sendo este Poder olímpico, intangível. Há muitas décadas a sociedade brasileira discute o controle externo deste Poder, que trata de forma diferenciada os seus iguais. Juizes, reconhecidamente, improbos são penalizados, com aposentadoria sumária e salário integral.

Assim, também, não dá.

A hora é de depurar os Poderes, uma vez que é Sua Excelência, o povo, que lhes confere legitimidade, como bem disse a ministra Carmem Lúcia, do STF.

CORPO DE BRUNO RANGEL SERÁ TRAZIDO PARA SEPULTAMENTO, EME CAMPOS

Jornal Terceira Via



Corpo de Bruno Rangel será sepultado em Campos até o fim da semana

Artilheiro da Chapecoense é campista e uma das vítimas do acidente aéreo que matou 76 pessoas.


O sepultamento do corpo do jogador campista Bruno Rangel, artilheiro do Chapecoense e que morreu no acidente aéreo envolvendo o time, será feito em Campos. A confirmação foi passada à equipe do Terceira Via pelo irmão do atleta, Joelson Rangel. A expectativa é que o sepultamento seja feito até o fim da semana.

“Que o enterro vai ser em Campos é certo. Vou chegar em Chapecó ainda hoje. Assim que o corpo chegar na cidade, vai ter uma cerimônia no clube e depois vão liberar para as cidades dos atletas. Até sexta acredito que vamos retornar, mas vou depender da liberação. Por enquanto não tenho mais detalhes”, comentou.

Acidente - O avião da empresa Lamia que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29).  Foram 76 mortos. Desses, 21 eram profissionais de imprensa. O time da Chapecoense embarcou para a Colômbia na noite desta segunda (28), para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, na quarta (30). Segundo a imprensa local, a aeronave perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.