sábado, abril 25, 2015

Tremor no Nepal balançou o gigante Everest

(Do G1)

Reuters
25/04/2015 10h03 - Atualizado em 25/04/2015 15h30

Avalanche no monte Everest após terremoto deixa mortos

Pelo menos 10 pessoas morreram, segundo ministério do turismo local.
Tremor de magnitude 7,8 atingiu o oeste de Katmandu, no Nepal.

Da Reuters
Terremoto provocou avalanche no monte Everest (Foto: Azim Afif via AP)Terremoto provocou avalanche no monte Everest (Foto: Azim Afif via AP)
forte terremoto no Nepal neste sábado (25) gerou uma avalanche no Monte Everest, deixando ao menos 10 mortos e levantando preocupação sobre outros alpinistas na maior montanha da Terra, disse uma autoridade do Ministério do Turismo local.
A avalanche cobriu parte da base para os alpinistas com destino ao Everest, de acordo com o ministério em Kathmandu. "O número de mortos pode subir, pode incluir estrangeiros, assim como guias", disse.
Abril é um dos meses mais populares para escalar o Everest, antes de a chuva e as nuvens encobrirem a montanha do Himalaia no final do mês que vem.
Um terremoto de magnitude 7,8 atingiu o oeste de Katmandu neste sábado e criou tremores no norte da Índia, fazendo edifícios colapsarem.
O número de mortos do mais forte terremoto a atingir o Nepal em 81 anos subiu para 688, a maior parte no Vale Kathmandu e 181 na capital, disseram autoridades nepalesas.
Acampamento na base do Everest após avalanche (Foto: Azim Afif via AP)Acampamento na base do Everest após avalanche (Foto: Azim Afif via AP)
Destruição tomou conta de Katmandu depois do terremoto que atingiu o Nepal (Foto: Navesh Chitrakar/Reuters)Destruição tomou conta de Katmandu depois do terremoto que atingiu o Nepal (Foto: Navesh Chitrakar/Reuters)

Tremor no Nepal devasta Katmandu

(Do G1)


25/04/2015 04h34 - Atualizado em 25/04/2015 14h06

Forte terremoto no Nepal e na Índia deixa mortos

Tremor teve magnitude de 7,8, segundo o USGS.
Katmandu tem danos em prédios, casas, templos e monumentos.

Do G1, em São Paulo
Homem observa casa que tombou após o terremoto que atingiu a Índia e o Nepal matando centenas (Foto: Diptendu DuttaAFP)Homem observa casa que tombou após o terremoto que atingiu a Índia e o Nepal matando centenas (Foto: Diptendu DuttaAFP)
 Um forte terremoto de magnitude 7,8 estremeceu neste sábado (25) o Nepal e aÍndia, informou o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS).
O número de mortos chegou a 1.170, informou o porta-voz da polícia do Nepal, Kamal Singh Bam, à agência de notícias France Press.
"Os esforços de resgate ainda estão em andamento. Tememos que o número de vítimas suba à medida que os escombros sejam vasculhados", acrescentou.
"Há relatos de danos generalizados. A devastação não está confinana a algumas áreas do Nepal. Quase todo o país foi atingido", disse Krishna Prasad Dhakal, vice-chefe da missão na embaixada do Nepal, em Nova Déli.
Os tremores também foram sentidos no Paquistão, em Bangladesh, no Tibete e no Monte Everest, segundo a BBC.
Voluntários ajudam com o trabalho de resgate no local de um edifício que desabou após um terremoto em Katmandu. (Foto: Niranjan Shrestha / AP Photo)Voluntários ajudam com o trabalho de resgate no local de um edifício que desabou após um terremoto em Katmandu. (Foto: Niranjan Shrestha / AP Photo)
Uma garota morreu ao ser atingida por uma estátua em um parque da capital, Katmandu. Outra menina, de 15 anos, morreu no norte da Índia, soterrada em sua casa em uma aldeia perto da fronteira com o Nepal.
Há feridos nos dois países, muitos em estado grave, mas o número oficial não foi divulgado.
Segundo o Itamaraty, a comunicação com as autoridades no Nepal está muito ruim, mas até o momento não há informações de brasileiros mortos ou feridos. Uma equipe de funcionários da embaixada está fazendo uma busca nos hotéis e nas comunidades brasileiras para saber se precisam de ajuda.
Resgate nepalês remove corpo de uma vítima. (Foto: Prakash Mathema / AFP Photo)Resgate nepalês remove corpo de uma vítima. (Foto: Prakash Mathema / AFP Photo)
O tremor deixou um rastro de destruição em Katmandu. Há registros de danos em edificios e casas, especialmente nas construções mais antigas, e também em templos e monumentos.
A torre histórica de Dharara, erguida em 1832 na capital do Nepal, não resistiu ao tremor e foi totalmente destruída. Ao menos um corpo foi retirado dos escombros.
Milhares de pessoas deixaram seus lares e estão nas ruas da capital, com receio de que casas e prédios desmoronem.
Testemunhas disseram às agências de notícias que o terremoto durou entre 30 segundos e dois minutos.  
O sismo afetou as comunicações e abriu valas e rachaduras nas ruas e calçadas do Nepal, deixando uma nuvem de poeira pela cidade.
Mães e filhos deixam suas casas e esperam em uma escola após forte terremoto atingir o Nepal e a Índia. (Foto: Navesh Chitrakar / Reuters)Mães e filhos deixam suas casas e esperam em uma escola após forte terremoto atingir o Nepal e a Índia. (Foto: Navesh Chitrakar / Reuters)
Índia
O tremor sacudiu algumas regiões da Índia, principalmente o norte do país, desde Calcutá, Nova Déli, até a fronteira com o Paquistão. Ao menos seis pessoas morreram na Índia, cinco delas no estado de Bihar (noroeste), informaram autoridades.
O sismo ocorreu às 3h11 (de Brasília), a 77 km ao noroeste de Katmandu e a 15 km de profundidade. Inicialmente, o USGS registrou magnitude 7,5, elevada posteriormente a 7,9. Outras quatro réplicas menores atingiram o país logo após o terremoto mais potente.
Monte Everest
O forte terremoto desencadeou uma avalanche no Monte Everest. Segundo uma autoridade do Ministério do Turismo local, são ao menos 10 mortos. "O número de vítimas pode subir e incluir estrangeiros", disse à agência Reuters.
O alpinista romeno Alex Gavan disse no Twitter que havia muitas pessoas na montanha na hora da avalanche.
montanhista cearense que está no Monte Everest, Rosier Alexandre, ligou para a família por volta das 7h30 da manhã deste sábado (25), após o terremoto. O montanhista conversou com a mulher e disse que está bem.
"Ele falou muito rapidamente, disse que está bem, mas não sabe como está a via de escalada", disse Danúbia Saraiva, mulher de Alexandre. O cearense está no campo 2 do monte, a 5.364 metros de altitude.
Pessoas esperam do lado de fora do Aeroporto Internacional de Katmandu. (Foto: Dhany Osman / via Reuters)Pessoas esperam do lado de fora do Aeroporto Internacional de Katmandu. (Foto: Dhany Osman / via Reuters)

SÃO FIDÉLIS DE SIGMARINGA


Esta é a igreja matriz de São Fidélis de Sigmaringa, um templo de mais de 200 anos, construída em formato de cruz, pela arquitetura dos Capuchinhos e braços indígena e escravo, figura entre as mais belas naves religiosas do país.

Esta semana foi de festa ao Padroeiro (24).

COQUETEL CULTURAL


Coquetel Cultural
Dia 25  19:30h
Lar de Débora - Rua Cora de Alvarenga, 135 -
 ao lado do SENAC - Campos dos Goytacazes-RJ

Poesia: Artur Gomes 
Piano: Luaciana Canela
Violino: Gisele Canela

campanha para construção da Casa da Criança
Ingressos: R$ 10,00 - podem ser comprados no local

quinta-feira, abril 23, 2015

SARAU EM HOMENAGEM À KAPI

foto: César Ferreria

GOYA TACÁ AMOPI 
Sarau em Homenagem a Kapi
Dia 2 de maio a partir das 19h
SINASEFE - Rua Álvaro Tâmega, 132 - Campos dos Goytacazes-RJ

 Espaço Cultural Fulinaíma 
https://www.facebook.com/events/830537063650599/

Fulinaíma Produções - contatos: (22)99815-1266
portalfulinaima@gmail.com

campanha de doações em prol da Casa Irmãos da Solidariedade
Material de Limpeza e Higiene Pessoal

apoio: Folha da Manhã 
www.fmanha.com.br

USINA
Antônio Roberto Kapi de Góis Cavalcanti

Usina:
Usina são uns olhos
despertos antes do sol,
a boca mal-lavada
num gole de café...
e um esfregar de mãos
para aquecer o dia.
Usina é uma longa
E curta caminhada,
Inventada em carrocerias,
carroças e bicicletas.
Ou um usar de pés
pra se fazer o dia.
Usina é um balé!
de lenços-de-cabeça,
camisas de xadrez,
foice e facão...
entre gole e outro
de café,
Usina é um apito
de sol a pino,
feito de marmitas,
quando os olhos nada dizem
e as bocas são limpas
por mãos em costas.
Usina é um gosto
(doce-amargo)
de uns caldos escorrendo,
ora nas moendas
ora nos moídos...
É um fazer de conta,
Pós-apito,
Na birosca ao lado
Com uns parceiros:
Um remedar da vida.
Depois
Um mal dormir
De pais e filhos
(de fome, de frio, de medo)
Para que antes que o sol
Se tenha despertado,
— USINA É USURA!
São uns olhos
Que se estendem
Quando em vez
À casa-grande...
São umas vidas
Escapando pela chaminé


Fulinaíma Produções
- contatos: (22)99815-1266

quarta-feira, abril 22, 2015

Ministério Público Federal constata precariedade em unidades da Saúde Municipal

JORNAL TERCEIRA VIA:

Procurador se diz surpreso com precariedade de hospitais de Campos

Eduardo Oliveira acredita que possa estar havendo má aplicação ou desvio de verba do SUS

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (22), o procurador da República, Eduardo Santos Oliveira, se pronunciou sobre as diligências feitas pelos agentes do Ministério Público Federal (MPF) na última sexta (17) e segunda-feira (20) no Unidade Pré-Hospitalar (UPH) de Travessão e no Hospital São José, em Goitacazes. Para ele, a situação das unidades hospitalares é “precária” e “completamente incompatível para atendimento à saúde”. A Prefeitura de Campos será intimada na próxima semana para discutir a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Caso não seja firmado um acordo, o MPF deve pedir uma auditoria.

“Se não conseguirmos por meio de acordo com o município, vamos partir para uma auditoria. Quando as verbas do SUS são recebidas, mas a situação nas unidades hospitalares é precária, ou está havendo má aplicação ou desvio. Então vamos começar a investigar sob essas duas óticas. Não estamos afirmando, o Ministério Público investiga, mas estamos autorizados a construir hipóteses. Não há uma unidade pública de saúde sequer em conformidade com às leis que regem a matéria”, declarou.

O procurador afirmou ainda que as diligências continuarão acontecendo seguindo o mapa logístico. Na próxima semana, será a vez do Hospital Geral de Guarus (HGG). O Hospital Ferreira Machado (HFM), que é alvo de diversas denúncias, também será fiscalizado, mas não há data prevista porque, de acordo com o procurador, será necessário pelo menos uma semana para vistoriar toda a unidade.

Segundo Eduardo, em maio de 2014, o MPF instaurou um inquérito civil que partiu de uma denúncia de um cidadão via internet dando conta de que os médicos e dentistas que atuam no Hospital de Travessão não estariam cumprindo a jornada prevista de trabalho. A partir dessa denúncia, o MPF iniciou uma investigação para detectar irregularidades na gestão de pessoal, mas se deparou com outras situações que também se tornaram objeto de investigação.

Eduardo explicou que os agentes do MPF ficaram surpresos com as atuais condições do Hospital de Travessão e constaram que “a situação é extremamente preocupante”. Além de detectar irregularidades no controle de pontos e no número de médicos aptos para o atendimento, os agentes também encontraram problemas nas instalações da unidade. No Hospital São José, a estrutura também apresentava danos, mas menos graves que em Travessão.

“É importante esclarecer que estamos nos referindo às verbas do Sistema Único de Saúde, do SUS, portanto verbas federais. Queremos saber exatamente como essas verbas têm sido aplicadas e, se estão sendo devidamente repassadas, por que as unidades de saúde estão nessas condições. Os hospitais estarem em obras não serve como argumento, porque a placa está fixada há muito tempo. Se existe verba, não há motivos para que as unidades funcionem desta forma”, disse o procurador. Ele afirmou ainda que o MPF tentará solucionar o problema junto ao município por meio da assinatura de um TAC.

Sobre a questão da frequência dos médicos nas unidades, Eduardo disse que a proposta é de que seja feita a adoção de ponto eletrônico como medida emergencial e, posteriormente, o sistema biométrico, que dificulta fraudes. “Não há investigação em relação aos profissionais de saúde, mas a questão é que a gente consiga ter uma melhor gestão do sistema. A gente compreende toda a argumentação apresentada pela classe médica no sentido da defasagem da tabela SUS, mas é nosso dever cuidar para que a população seja bem atendida. O que não pode acontecer é o cidadão chegar ao hospital e não ter médico, médico não assinar ponto... A gente está aberto ao diálogo, inclusive com a classe médica, mas nós queremos resolver essa situação de forma transparente”, alegou.

Eduardo também vai propor outras medidas à prefeitura, como o direito do cidadão de pedir uma certidão afirmando o porquê que ele não foi atendido quando não for; e também a escala de plantão dos hospitais fixada em local visível. “Não dá para um paciente não ser atendido e voltar para casa sem saber o que aconteceu. Essas são medidas aparentemente simples, mas que dão transparência e que possibilitam que o cidadão faça o controle”, concluiu.

POSTE DESPENCA

Poste despencou na avenida 28 de março, esquina com João Maria. Felizmente, de novo, não feriu ninguém. (Replicado do Blog do Claudio Andrade)

Prefeitura de Campos aluga ambulâncias por 1 milhão de reais

(Do Blog Eu Penso Que..Ricardo André)

quarta-feira, 22 de abril de 2015


PMCG ALUGA AMBULÂNCIAS DA PRIME POR R$ 1 MILHÃO PARA UM ANO


Do Diário Oficial desta quarta-feira, dia 22/04/2015, página 5, foi publicado o extrato do contrato 032/2015, pelo qual a Prefeitura de Campos contrata, por 12 meses, a PRIME ADMNISTRAÇÃO E SERVIÇOS LTDA para locação de ambulâncias, incluindo motorista e sem fornecimento de combustível. Valor do contrato: R$ 1.080.000,00. O número de ambulâncias não foi revelado no extrato, mas deve ser bem pequeno. Em dezembro 2013, confira aqui, a PMCG alugou de outra empresa, a NOVA MASTER, por um valor quase 20 vezes maior:

PIB DO ESTADO DO RIO CRESCE 0,9 POR CENTO EM 2014

(Ranulfo Vidigal)

Índice per capita do estado fluminense registra R$ 35.200,00
O Produto Interno Bruto (PIB) fluminense teve expansão de 0,9% em 2014, com valor estimado em R$ 579.433 milhões. A variação foi inferior à de 2013 (2,1%). De acordo com o estudo Contas Regionais do Brasil, elaborado pela Fundação Ceperj em parceria com o IBGE, o resultado foi maior do que a média nacional, que registrou uma taxa de variação de 0,1%.
A segunda economia do país, respondeu ano passado por 10,5% do PIB brasileiro, com renda per capita de R$ 35.200,00. Ao avaliar o setor econômico, a Indústria registrou queda de 0,6%, em relação a 2013. A agropecuária obteve queda de 0,2 %, a variação negativa é resultado do fraco desempenho do cultivo da cana-de-açúcar (-3,4%).
Na Indústria, o destaque positivo foi o desempenho da Extrativa Mineral, que acumulou crescimento de 1,7%, influenciado pelo aumento na produção de petróleo e gás natural. As demais atividades industriais registraram queda em seus volumes: Transformação (-4,0%), Construção Civil (-1,4%) e Produção de Eletricidade, Gás e Água (-3,4%).
Quanto ao setor de Serviços, segundo as análises do estudo, a participação foi de 66% do PIB estadual, as atividades que apresentaram crescimento foram: Transporte e Armazenagem (9,9%), Atividades Imobiliárias (7,1%), Serviço de Informação (6,8%) e Comércio (3,2%).

Quero me defender contra este governo do PT

Alfredo bernardo filho bernardofilho08@gmail.com


LUIZ EDSON FACHIN, O ADVOGADO INDICADO PELA PRESIDENTE DILMA PARA OCUPAR A VAGA DE JOAQUIM BARBOSA NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, É LIGADO AO MST E A CUT !

Já é muito revoltante, ilegal e totalmente antidemocrático o Ministro Dias Toffoli, cuja carreira se limitou a ser advogado do PT, estar ocupando uma vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal e ainda ser cotado para ser um dos julgadores do processo do "petrolão", apesar de sua total e obvia parcialidade.
Agora, para completar o quadro das aberrações jurídicas no Brasil, a presidente Dilma indicou para ocupar o cargo deixado por Joaquim Barbosa o advogado Luiz Edson Fachin.
"Em 2010, o novo ministro apareceu no programa eleitoral da então candidata Dilma pedindo votos para ela em nome dos juristas que decidiram assumir um lado na disputa contra José Serra (PSDB)".
Um dos maiores defensores da indicação de Fachin é Ricardo Lewandowski, atual presidente do STF, o que mostra quão perigosa é essa nova nomeação da presidente Dilma e do PT.
"O indicado ao STF é alinhado com o MST e a CUT.
Em artigos, Fachin defendeu algumas das bandeiras do grupo
de José Stédile e recebeu apoio da CUT para compor o grupo
de juristas na Comissão da Verdade do Paraná."
"Gaúcho, fez carreira no Paraná e mantém amizade com a senadora Gleisi Hoffman (PT/PR), e seu marido, Paulo Bernardo, ex-ministro das Comunicações."
Fachin será ainda sabatinado no Senado Federal e há esperanças de ser vetado para que mais um lobo não passe a cuidar do galinheiro !
Pedimos a todos enviarem e-mails aos senadores manifestando seu repúdio a esta nova nomeação.
Se nós não lutarmos juntos, jamais mudaremos o nosso Brasil !
No link abaixo vocês encontrarão a relação dos senadores, seus e-mails e telefones:
http://www.senado.leg.br/senadores/
Fonte:Revista ISTOÉ, ano 38, número 2368, páginas 40 e 41.