sexta-feira, outubro 30, 2015

DATA VÊNIA, EXCELÊNCIA

Ilustre Desembargador do vetusto Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, doutor Fernando Cerqueira, nas antigas províncias, o Poder Judiciário se afigurava ao Olimpo dos deuses inatingíveis e inquestionáveis, quando se manifestava, por ofício, o que, efetivamente, nao o é. Trata-se, com certeza, de uma casa de Justiça, sim.

Nos escaninhos da Justiça, tramitam interpretações das leis, em que, não poucas vezes, a visão de um jurisconsulto é, diametralmente, oposta a de um outro seu igual. E não são poucos os casos.

Digo isto, para comunicar a Vossa Excelência, que sua reforma da sentença do juiz da Primeira Vara Cível, Elias Sader Neto, certamente se assentou na técnica jurídica, e reintegrou o Poder Municipal como interventor da nossa veneranda Santa Casa de Misericórdia de Campos, mas passou longe do drama diário de milhares de cidadãos do Norte do Estado, que dependem da Saúde Pública.

Daqui, da base da pirâmide social, o cidadão comum, em cujo nome, "todo Poder emana e deve ser exercido", como reza a Cnstituição brasileira, fica a se perguntar: como pode uma administração que é incompetente para gerir até pequenas unidades bases de Saúde, que compõem a sua rede oficial, dará conta, honestamente, sem subtrair informações de um hospital do tamanho e da carga histórica da Santa Casa?


HUMBERTO FERNANDES NO CIRCUITO INTERNACIONAL

Nacido en Río de Janeiro, el cantautor Humberto Fernandes empezó sus estudios de música a los 6 años de edad, lo que lo llevó a innumerables festivales internacionales de música, y a formar parte de la Orquesta Sinfónica Brasileña Jóven (OSB Jovem) y de la Orquesta Petrobrás Pró-Música. A los 14 años crea una estrecha relación con la guitarra, y comienza a escribir sus “primeras” canciones en portugués e inglés, y luego también en francés. Desde hace algunos años, después de radicarse en Montevideo, compone temas en español sobre el país y su nueva vida.
Humberto invita a conocer sus canciones propias en un concierto íntimo que le brindará un momento formidable. “Si hay algo que él ha a aprendido a hacer en sus jóvenes años de vida, es música en todos los idiomas.”


DENÚNCIA

"boa noite Fernando gostaria da ajuda de alguem pois meu marido trabalha na saude motorista e esta a meses sem receber o salario , o vale alimentação e as diarias isso e um absurdo . Tenho  tres filhos pequenos , moro de aluguel e estou desempregada nao sei mais onde recorrer . Sera q a Prefeita de Campos ficaria um mes sem pagamento acredito que nao ne . Entao Fernando vamos denunciar essa poca vergonha estamos passando por um periodo muito dificil mais o meu marido sai de casa todos os dias para trabalhar e no final do mes n receber o pagamento isso e um absurdo . Des d ja agradeço"

quinta-feira, outubro 29, 2015

PT NEGOCIA SOBREVIDA DO BANDIDO EDUARDO CUNHA

Confesso que aguentei o quanto pude! Enfrentei a justa indignação de velhos camaradas e até de pessoas da família, do meu círculo mais caro e afetivo de convivência, cacei justificativas para a rapinagem geral no Estado brasileiro, considerei as biografias de velhos ídolos da luta política, mas arrio as armas. Não dá mais pra mim. Tudo, menos um acordo canalha, velado, para dar sobrevida a esse gangster cínico, Eduardo Cunha. Ganhar com ele, é perder!

Rui Falcão, à puta que o pariu!


Matéria do G1:


PT só se posiciona sobre Cunha após instauração de processo, diz Falcão

PSOL e Rede moveram representação contra presidente da Câmara.
Presidente do PT reafirmou que não há acordo com peemedebista.

Filipe Matoso e Nathalia PassarinhoDo G1, em Brasília
O presidente do PT, Rui Falcão, durante entrevista em intervalo da reunião do Diretório Nacional do partido, em Brasília (Foto: Nathalia Passarinho / G1)O presidente do PT, Rui Falcão, durante entrevista em intervalo da reunião do Diretório Nacional do partido, em Brasília (Foto: Nathalia Passarinho / G1)
O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou nesta quinta-feira (29) que os deputados do PT só vão se posicionar sobre a situação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) depois que o Conselho de Ética da Casa instaurar o processo para investigar se o peemedebista quebrou o decoro parlamentar. A reunião do conselho com essa finalidade está marcada para a próxima terça-feira (3).
No último dia 13, o PSOL e a Rede Sustentabilidade protocolaram na Mesa Diretora representação na qual pedem a cassação de Cunha em razão da suspeita de que ele mantém contas secretas na Suíça. O deputado foi citado por delatores da Operação Lava Jato como beneficiário do esquema de corrupção que atuou na Petrobras, o que Cunha nega.
O Conselho de Ética da Câmara é formado por 38 parlamentares, entre os quais 21 titulares e 17 suplentes. Pela composição atual, o PT conta com três deputados titulares no conselho – Léo de Brito (AC), Valmir Prascidelli (SP) e Zé Geraldo (PA) – e dois suplentes – Assis Carvalho (PI) e Odorico Monteiro (CE). Os suplentes só têm direito a voto se os titulares estiverem ausentes à sessão.
Segundo Falcão, em entrevista nesta quinta durante o encontro do Diretório Nacional do PT, em Brasília, um dirigente petista sugeriu o registro de uma nova representação contra Cunha no Conselho de Ética. Mas, de acordo com o dirigente, a proposta foi rejeitada porque o partido considerou “desnecessário” dois processos pelo mesmo motivo.
“Houve uma proposta específica de representar na comissão onde ele já está representado. E essa proposta não foi aprovada. Até porque ninguém tem dúvida no PT de que quem tem acordo com Eduardo Cunha é a oposição e ele terá de responder sobre as denúncias que lhe fazem na Justiça, no Supremo. E a avaliação do comportamento dele no Conselho de Ética. Lá a bancada do PT votará unitariamente, sob orientação da Executiva Nacional”, disse Rui Falcão.
PT e Cunha
O presidente do PT negou que o partido tenha firmado qualquer tipo de “acordo” com o presidente d a Câmara.
Nos bastidores, deputados defensores da abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff afirmam que o peemedebista ensaia uma aproximação com o governo para evitar a perda de seu mandato.
Em troca, estaria retardando a decisão sobre os requerimentos de impeachment e poderia, inclusive, negar a abertura de investigações.
“Nós não defendemos o Eduardo Cunha. Consideramos desnecessário fazer nova representação. Isso não significa que tenha qualquer tipo de acordo”, afirmou.
Falcão destacou ainda que o documento produzido a partir da reunião desta quinta do diretório do partido trará críticas à postura do presidente da Câmara.
“O texto faz uma avaliação da composição atual da Câmara dos Deputados, que nós reputamos uma tendência mais conservadora que a anterior. Em grande parte, isso resulta do financiamento empresarial. E fazemos uma crítica ao comportamento dele [Cunha] na formação dessas maiorias em determinados temas”, disse.
Eleições 2018
Perguntado sobre quais as expectativas do PT para as eleições de 2018, Rui Falcão defendeu que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja o candidato da legenda ao Palácio do Planalto. Entretanto, ressaltou que essa decisão ainda não está tomada e é preciso conversas com Lula.
Pesquisa Ibope divulgada nesta semana mostrou que o ex-presidente tem a maior rejeição (55%) entre os eleitores, tecnicamente empatado com o senador José Serra (PSDB-SP), 54%; o governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB), 52%; e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE), 52%. Lula, porém, tem também a maior certeza de voto (23%), seguido pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), 15%, e pela ex-ministra Marina Silva (Rede), 11%.
“Se ele [Lula] está disposto [a disputar o Planalto em 2018], eu não sei. O que ele já disse é que está disposto a muita coisa nos vários anos de vida que ainda tem pela frente. Mas que nós queremos ele candidato em 2018, sim, isso eu posso dizer”, declarou Falcão.
Em agosto deste ano, Lula afirmou, em entrevista à rádio Itatiaia (MG) que, "se necessário", vai disputar as eleições de 2018.
‘Armações’
Durante a entrevista, Rui Falcão afirmou que o Diretório Nacional do PT aprovou trecho da resolução elaborada pela comissão executiva nacional no qual a legenda diz que o ex-presidente Lula é “alvo de armações” de núcleos da Polícia Federal, do Ministério Público Federal e do Judiciário.
O texto foi aprovado três dias após a PF ter cumprido, na mais recente fase da Operação Zelotes, mandados de busca e apreensão no endereço onde funcionam empresas de Luís Cláudio Lula da Silva, filho caçula do ex-presidente da República.
"O Diretório Nacional conclama toda a militância petista e todos os democratas a defenderem o legado e o papel histórico do ex-presidente Lula, transformado em alvo prioritário de armações que se multiplicam em núcleos da Policia Federal, do Ministério Público e do Poder Judiciário vinculados a operações supostamente anticorrupção", diz a legenda no documento.

Dois anos de funcionamento do prédio da 6° Região Integrada de Segurança Pública – Norte do RJ

(ascom)



Dois anos atrás, no dia 31 outubro, foi inaugurado o prédio da 6ª Região Integrada de Segurança Pública (RISP), na cidade de Campos. O edifício, pela primeira vez na história das policias, acomodava no mesmo espaço físico os representantes do Comando de Policiamento de Área (CPA) da Polícia Militar Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) e do Departamento de Polícia de Área (DPA) da Polícia Civil do Estado Rio de Janeiro (PCERJ) aumentando a integração regional em vários níveis (planejamento, inteligência, recursos e operações) das policias.

- O projeto das Regiões Integradas de Segurança Pública existe desde 2009. Surgiu com a criação de uma nova divisão geográfica e gerencial das policias no estado.  A construção do edifício sede da RISP, ao colocar lado-lado às policias militar e civil, é a consolidação do conceito, garantindo maior rapidez no compartilhamento de informações – explicou o Subsecretario de Planejamento e Integração Operacional da Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), Roberto Sá.

Os resultados são visíveis nesses dois anos para os 25 municípios do norte fluminense que compõem a 6ª RISP. No 1º semestre de 2015, a 6° RISP foi premiada com a primeira colocação no Sistema Integrado de Metas (SIM). Todos os batalhões e delegacias da 6ª RISP alcançaram as metas estabelecidas, sendo que a AISP 08 (Campos) e 36 (Santo Antônio de Pádua) foram premiadas com a 1ª colocação. Outro detalhe chama atenção para região é que em setembro desse ano não ocorreu nenhum caso de Homicídio Decorrente de Intervenção Policial.

O norte fluminense foi a primeira região a ter a sede concluída das sete RISPs, que dividem o estado do Rio de Janeiro. Seguido do Sul Fluminense que inaugurou a sede da 5º RISP, na cidade de Volta Redonda, em fevereiro de 2014. O projeto arquitetônico dos edifícios conta com setor integrado de analise criminal, estacionamento, auditório, copa, vestuário e sala para teleconferências.  E nesses dois anos da sede de Campos, o prédio foi palco de reuniões de planejamento e  até cursos de capacitação.

DESEMBARGADOR DA 11ª CÂMARA CÍVEL SUSPENDE DECISÃO DO JUIZ SADER NETO SOBRE SANTA CASA

O DIARIO:


O desembargador relator da 11ª Câmara Cível do Estado do Rio de Janeiro, Fernando Cerqueira Chagas, acaba de suspender a decisão proferida pelo Juiz da 1ª Vara Cível de Campos, Elias Pedro Sader Neto, e valida o decreto 272/2015 da prefeita Rosinha Garotinho, requisitando os leitos e serviços da Santa Casa de Misericórdia.
A decisão do desembargador está embasada no artigo 196 da Constituição Federal, que dispõe que “a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”.
O desembargador destacou ainda que “a suspensão dos efeitos do decreto municipal 272 pelo Juízo de Primeira Instância pode colocar em risco o atendimento médico e hospitalar da população carente local, havendo até mesmo risco de morte”.
Leia a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira (30).

NO RANKING DOS NEGÓCIOS, CAMPOS LADEIRA ABAIXO

(Oportunidade de Negócios-Campos em 81º lugar
Por José Alves Neto - economista.)

A revista Exame desta semana, trouxe em uma das suas reportagens o ranking das 100 cidades, consideradas como a melhor oportunidade de negócios ou de investimentos.
Destaca-se abaixo a posição das cinco primeiras cidades e a posição da cidade de Campos:

1) Barueri (SP) ficou em primeiro lugar;
2) Brasília (DF) em segundo lugar;
3) Macaé (RJ) em terceiro lugar;
4) São Caetano do Sul (SP) em quarto lugar;
5) Rio das Ostras em quinto lugar.
Campos fica no octogésimo primeiro lugar (81º), numa demonstração clara de que as políticas públicas implementadas na nossa cidade, continuam ineficazes, no tocante ao melhoramento do ambiente de negócios.
Perdemos tempo com o varejo de pequenos eventos na área de negócios, sem encarar de frente os imensos potenciais, que existem na nossa região.
Não se verifica por parte do poder público municipal uma política industrial séria, que possa atrair empresas para o município, que tenham o perfil alinhado com os grandes investimentos, seja na área do 

Porto do Açu, como na área de petróleo. Construir um setor produtivo campista integrado a cadeia de valor, destes dois empreendimentos é de fundamental importância.
Sabemos que a conjuntura atual não é boa para a cidade, no que tange ao aspecto econômico. Perdemos recentemente duas indústrias, uma do ramo do petróleo e a outra do setor sucroalcooleiro.
Entretanto, não se pode desanimar diante destes dois lamentáveis fato. Temos potenciais suficientes para virar o jogo, se pararmos de praticar ações públicas pensando apenas nas próximas eleições municipais. 

Desenvolvimento econômico dá voto sim. Se hoje estamos amargando a triste posição de 81º lugar em oportunidade de negócios, urge necessário repensarmos as nossas ações com humildade e buscar alternativas reais. Campos ainda possui um dos maiores orçamentos do Brasil. O que falta são gestores públicos comprometidos e que ame verdadeiramente a cidade.
“Minha Cidade Meu Amor” constitui numa pura demagogia. Os números não metem. Estamos em situação deplorável na Saúde, na Educação e agora em oportunidades de negócios. Infelizmente!

EU FUI AO FERREIRA MACHADO E OS CORREDORES ESTAVAM CHEIOS DE PACIENTES NAS MACAS

video

PACIENTE RENAL DE CAMPOS DESABAFA

(Ubirajara Kelly)


Os serviços que sempre recebi no Hospital Dr. Beda durante 13 anos da minha doença renal, inclusive transplante de rim, são de de excelente qualidade e é lamentável que essa prefeitura tacanha, mesquinha e irresponsável, queira descredenciar uma organização hospitalar que tanto bem tem feito aos pacientes renais crônicos e transplantados e oncológicos!!! Toda vez que a prefeitura mete a mão nesse assunto, só os pacientes saem perdendo!!! É caso para ser denunciado ao MINISTÉRIO DA SAÚDE, à SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE, e tb ao MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL!!! isso é pura politicagem mesquinha de de interesses escusos dessa prefeitura incompetente!!!
Obrigado ao Grupo IMNE pelo respeito aos pacientes em tratamento na Oncologia e Renais Crônicos e Transplantados!!! Vocês certamente fazem a diferença na saúde de Campos, tão combalida e relegada a lixo por esse governo populista, ditatorial e incompetente, que só visa interesses próprios e eleitoreiros e não está nem aí para o sofrimento da população que os sustenta e mantém, párias da sociedade que são!!!

quarta-feira, outubro 28, 2015

MPF VAI ABRiR AS CONTAS DA SAÚDE DE CAMPOS



Não haveria mesmo condições das coisas continuarem como estão, no que se refere a Saúde Publica de Campos. Esse estado de exceção, de esgarçamento da ordem institucional, quando se trata de Saúde, traduzem-se em mortes de pessoas.

Num Município como Campos, com orçamento bilionário, não é razoável que hospitais e unidades de Saúde da rede oficial, assim como a conjuntura contratualizada, estejam em permanente colapso.

Em hora própria, o Ministério Publico Federal, que já tem o diagóstico da rede pública, uma vez que já a vistoriou, anuncia que haverá auditoria nas contas da Saúde, com investigação da prefeita, seu vice e do Ministerio da Saude, via Denasus.

Leia matéria completa no Blog Opiniões, do Aluysio Abreu Barbosa.

A PENÚLTIMA DE EDUARDO CUNHA

O presidente da Câmara Federal do Brasil, deputado Eduardo Cunha, terceiro na ordem hierárquica da República, é um gangster cínico, um canastrão, que mesmo depois de reveladas contas abertas por sua esposa e filha, com sua assinatura, na Suiça, aparece com sua indefectível cara de defunto, na mídia, e esbofeteia a cidadania, com taxativas negativas. "Essas contas não são minhas".

Cunha é de uma velha escola putrefacta de política. Basta uma brevíssima retrospectiva para flagra-lo na cozinha do Palacio Guanabara, nos governos dos Garotinhos. Suas digitais estão em negócios com o fundo de pensão dos funcionários da CEDAE.

Caras como ele, não guardam dinheiro no colchão. Caras como ele tem sangue de lagarticha. Negam e renegam seus delitos, com as mãos sujas de lama. Caras como ele, sabem que quando caem, seus padrinhos lhes viram a costas. Pelo menos, até que lhes acenem com a delação premiada.

Veja a penúltima de Cunha, no portal G1.

CÂMARA DE CAMPOS SUSPENDE AUDIÊNCIA PÚBLICA

(ascom)


Prezados,
A Audiência Pública que aconteceria amanhã,dia 29,às 10 horas da manhã para discutir a classificação de bares e restaurantes foi cancelada e será remarcada em momento oportuno.Nossas sinceras desculpas.
Atenciosamente,
Fred Machado

ITALVA "VENDE SEU FUTURO"

Inicio de 2012, quando a oposição estava se unindo contra o atual Governo daquela época, tivemos a primeira reunião no Bairro Nova Cidade, muitas pessoas se pronunciaram e ali tive o primeiro contato com o atual Prefeito de Italva, um jovem inexperiente sem condições nenhuma de assumir um cargo público, mas com o decorrer do tempo seu nome começou a se fortalecer e houve um clamor popular que o elegeu. Ao tomar posse um Secretário foi empossado e nunca assumiu o Cargo. Em três anos de Governo nada aconteceu e nada foi realizado, a Prefeitura encontra-se em grande dificuldades devido a má gestão, ouvir pessoas erradas e hoje segue um caminho sem volta. Se o Município hoje não consegue se manter com a receita arrecadada, eu pergunto: Como este empréstimo vai ser pago? No meu entender isto vai virar uma bola de neve e comprometer o futuro de nossa Cidade.
Praticar o bem é o melhor caminho, pois o caminho errado tem grandes consequências.
Deus é maior e sabe de todas as coisas

ESTES SÃO OS VEREADORES QUE VOTARAM A FAVOR DA ANTECIPAÇÃO DOS ROYALTIES VENDENDO O FUTURO DE ITALVA!!!!

 WILSON NOGUEIRA
 JOÃO NOGUEIRA
 ADEMIR CARARINE
DINHO

ALCIRLEI LIMA


ZICO MELO

FONTE: BLOG LUIZ CARLOS GOMES

RECEITA QUER QUEBRAR SIGILO BANCÁRIO DO FILHO DE LULA

Revista VEJA


Luís Cláudio Lula da Silva
Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente e um dos sócios da LFT Marketing Esportivo(Reginaldo Castro/Lancepress/VEJA)
A Receita Federal recomendou ao Ministério Público Federal que peça a quebra dos sigilos bancário e fiscal da LFT Marketing Esportivo, que tem como sócio Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os auditores que trabalham nas investigações da Operação Zelotes também sugerem que as mesmas medidas sejam adotadas em relação ao restaurante Sanfelice Comércio de Massa Artesanal, que está em nome de Myriam Carvalho, filha de Gilberto Carvalho, ex-ministro e ex-chefe de gabinete de Lula.
Nos dois casos, a recomendação é que as quebras sejam feitas entre 2008 e 2015, abarcando todo o período de funcionamento das empresas. Ambas foram abertas em 2011.
As solicitações, da área de Inteligência da Receita, foram encaminhadas aos procuradores da República que atuam na força-tarefa da Zelotes. Cabe a eles enviar os pedidos à Justiça Federal.
A empresa do filho de Lula entrou no foco das investigações após a descoberta de que recebeu repasses da Marcondes & Mautoni Empreendimentos, empresa de lobby contratada por montadoras de veículos para supostamente "comprar" medidas provisórias nos governos de Lula e da presidente Dilma Rousseff. A quebra de sigilo da Marcondes revelou a transferência de ao menos 1,5 milhão de reais para a LFT em 2014.
Os investigadores querem levantar outras eventuais fontes de receita da empresa de Luís Claudio, além do destino do dinheiro recebido da Marcondes & Mautoni. A suspeita é de que os repasses para a LFT tenham relação com a MP 627/2013, uma das três normas que teriam sido encomendadas pelo setor automotivo. Por causa dos indícios de irregularidade, a Justiça autorizou busca e apreensão na sede da empresa, em São Paulo. No escritório, também funcionam outras duas firmas de Luís Cláudio - a Touchdown e a Cassaro.
A defesa de Luís Cláudio nega irregularidades nos contratos.
Publicidade
LEIA TAMBÉM:
Questionado no início do mês, o filho de Lula confirmou ter recebido 2,4 milhões de reais da Mautoni por serviços prestados em sua área de atuação. Os recursos seriam referentes ao período de 2014 e 2015.
Em 2014, 97% do que a Mautoni faturou veio de contratos com montadoras. O dinheiro que saiu da empresa em 2014, segundo relatórios da Receita, foi para os sócios e o filho de Lula. Os advogados da LFT informaram que, "infelizmente", não poderiam comentar a recomendação de quebra de sigilos, pois se trata de algo que desconhecem.
Os pedidos sobre o restaurante Sanfelice, em nome da filha do ex-ministro Gilberto Carvalho, seguem a mesma lógica. Os investigadores querem saber se o petista usou a empresa em nome da filha para receber dinheiro da Marcondes & Mautoni.
Documentos apreendidos em fases anteriores da Zelotes mostram o nome do ex-chefe de gabinete de Lula associado a inscrições sobre a MP 471, de 2009, editada pelo então presidente. Para os investigadores, havia um "conluio" entre ele e a consultoria na defesa de "interesses do setor automobilístico".
Segundo dados públicos da Receita, o restaurante foi aberto em 25 de maio de 2011, em Brasília, com capital de 20.000 reais, e tem como sócios Myriam e Gabriel de Albuquerque Carvalho. A cantina vende massas congeladas para preparo em casa e chegou a ter uma filial, funcionando como restaurante, fechada recentemente.
A reportagem não conseguiu contato ontem com Carvalho ou com os sócios do restaurante. O ex-ministro nega conluio com os investigados e sustenta nunca ter feito gestões a respeito no governo ou recebido valores do grupo.
(Com Estadão Conteúdo)

JULGAMENTO DOS EXECUTORES DE RADIALISTA PARA SÃO JOÃO DA BARRA HOJE

(Blog Pense Diferente, do Ralph Braz)


quarta-feira, 28 de outubro de 2015

AUDIÊNCIA DO CASO RENATO MACHADO HOJE EM SJB: RUAS FECHADAS EM TORNO DO FÓRUM



Acontece nesta quarta-feira (28), audiência de instrução e julgamento sobre o assassinato do radialista Renato Machado, acontecerá no Fórum de São João da Barra. A DEMUTRAN irá fechar as ruas em torno ao Fórum.


O CRIME

O radialista Renato Machado foi assassinado na frente da esposa, Danúzia Machado e de uma sobrinha de seis anos. A afirmação é do cunhado da vítima, Rogério Zorzal. O radialista foi surpreendido por dois bandidos que estavam de motocicleta no momento em que ele chegava de uma festa. Ele foi morto no dia 8 de janeiro de 2013, no portão da própria casa, momentos depois de chegar com a esposa e uma sobrinha. 

O crime aconteceu na residência de Renato, que fica atrás da emissora Rádio Barra, em São João da Barra.

Eloy Barcelos de Almeida Lopes, empresário do ramo da Construção Civil em São João da Barra e suspeito de ser o mandante do assassinato do radialista Renato Machado, 41. O suspeito teve um relacionamento com a esposa do radialista, Danúzia Machado, no período que eles estavam separados.

Foram presos João Roberto da Silva, conhecido como "João Pampinha", 38, suspeito de intermediar a morte, e Gilmar Barreira Ramos Júnior, conhecido como “Cachaça”, 32, suspeito de ter executado o radialista.





Fonte: Blog Pense Diferente

terça-feira, outubro 27, 2015

TRIBUNAL DE JUSTIÇA ENQUADRA PREFEITA DE CAMPOS

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, atraves de manifestação formal do desembargador-presidente, Luis Fernando Ribeiro de Carvalho, ratifica a sentença do juz Elias Sader Neto, que pôs termo àquela rocambolesca intervenção deste governo malgrado na Santa Casa de Misericórdia de Campos.

Leia decisão integral, em réplica do Blog Opiniões, do Aluysio Abreu Barbosa, do desembargador Luis Fernando Ribeiro de Carvalho, presidente do TJ:


Presidente do TJ mantém decisão que tirou Rosinha da Santa Casa

Como previsto ontem, aqui, neste “Opiniões”, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, negou hoje (aqui) o pedido de liminar impetrado pelo governo Rosinha Garotinho (PR), contra a decisão do juiz da 1ª vara Cível de Campos, Elias Pedro Saber Neto, que tornou (aqui) sem efeito o decreto municipal 272/20015, a partir do qual o governo municipal interviu ilegalmente (aqui) na Santa Casa de Misericórdia de Campos, durante menos de 48 horas, entre os últimos dias 2o e 22. Foi tempo suficiente para que a paciente Bernadete Maria Lage Pereira, removida da rede púbica à Santa Casa para tentar justificar a ocupação do hospital, perdesse a vida numa parada cardiorrespiratória.
Assim, além de desfeita a “certeza” (aqui) que o marido e secretário de Governo de Rosinha, Anthony Garotinho (PR), além de outros “entendidos” de plantão, disseram ter sobre a reforma da decisão do magistrado campista, qualquer novidade sobre o maior hospital conveniado do município terá que ser feito dentro da legalidade, sem bravatas, na mesa de negociação da audiência pública marcada, desde ontem, para às 14 h de amanhã, como este blog também adiantou. Chamada (aqui) em outro blog, o “Eu penso que…”, do jornalista Ricardo André Vasconcelos, ex-secretário de Comunicação de Garotinho, de “sentença histórica”, confira abaixo a transcrição de alguns pontos da decisão de Elias Sader, seguida da sua alvissareira manutenção na transcrição integral da decisão do presidente do TJ:

Elias Pedro Sader Neto, juiz da 1ª Vara Cível de Campos (foto Mania de Saúde)
Elias Pedro Sader Neto, juiz da 1ª Vara Cível de Campos (foto Mania de Saúde)

“A excelentíssima senhora prefeita Rosinha Garotinho, acompanhada de seu marido, de outros secretários municipais e do promotor de Justiça Marcelo Lessa Bastos, sob escolta da Guarda Municipal, tomou de assalto a Santa Casa de Misericórdia de Campos dos Goitacases, na tarde de ontem (terça, dia 20), ignorando, por completo, que se encontra sob intervenção judicial.
“Com roteiro venezuelano, ignorando a autoridade do poder Judiciário, a prefeita editou decreto de requisição temporária do referido nosocômio, fulcrada, no art. 15, inc. XIII, da lei nº 8.080/90.
“Para estarrecimento geral, em verdadeira petição de princípio, o quarto ‘considerando’, que fundamenta o malsinado ato administrativo (…) escancara a confissão da prefeita, no sentido de que a Saúde Pública, por ela gerida há quase sete anos, se encontra em situação de calamidade pública.
“(…) Ora, se o caos da Saúde Pública municipal persiste em razão das prioridades orçamentárias eleitas pela prefeita, não pode, agora, invocar a própria incúria para desapossar, administrativamente, a Santa Casa de Misericórdia, entidade centenária e de natureza privada.
“A questão é bem tangida pelo eminente promotor de Justiça Leandro Manhães de Lima Barreto, quando afirma que o município sucateou sua rede própria de Saúde (HFM e HGG), preferindo se utilizar dos hospitais privados da rede de apoio, aos quais paga quando e quanto deseja.
“(…) o que não é uma hipótese da Saúde Pública de Campos, verdadeira crônica de uma morte anunciada, desde dezembro do ano passado
“O alegado ‘estado de perigo público iminente’ é facilmente resolvido pelo município mediante o pagamento das suas contas.
“A possibilidade financeira do município deve ser aferida a partir do enterro dos R$ 17 milhões com a construção da bizarra ‘Cidade da Criança’, dos mais de R$ 80 milhões com o subutilizado Centro de Eventos Populares (Cepop) e dos R$ 18 milhões anuais gastos com parques e jardins.
“Pelo fio do exposto, a fim de restabelecer o império da lei e o sistema de freios e contrapesos, outra alternativa não resta a este Juízo se não declarar a grosseira e aldravada ilegalidade do decreto municipal nº 272/2015 e determinar a imediata suspensão de todos os efeitos, reintegrando os bens e serviços do hospital da Santa Casa de Misericórdia de Campos à referida instituição filantrópica”.


Presidente do TJ-RJ, desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho
Presidente do TJ-RJ, desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


TJ-RJ 10
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


(Clique na imagem para ampliá-la)
(Clique na imagem para ampliá-la)


TJ-RJ 15
(Clique na imagem para ampliá-la)