domingo, julho 30, 2017

ECONOMISTA VIDIGAL ALERTA QUE PREFEITURA TERÁ QUE DEMITIR PESSOAL

Economista Ranulfo Vidigal Ribeiro


AVISO AOS NAVEGANTES.

Atendendo ao definido pela legislação, nesta sexta-feira (dia 28) foi publicado no Diário Oficial, o Relatório de Execução Orçamentária da capital do açúcar e do petróleo. Inegavelmente, a nova administração está pondo em prática uma severa austeridade, contudo, insuficiente ainda para colocar o trem nos trilhos. Senão vejamos:
A Receita total foi R$ 50 milhões superior, ao primeiro semestre de 2016, fundamentalmente pela melhoria na arrecadação das transferências da indenização do petróleo. Mesmo assim, foi insuficiente para reequilibrar as contas públicas. 

É preocupante constatar que o gasto com pessoal ( 20,4 mil servidores) chegou a 62% da receita, quando o permitido é, no máximo, 54%. Novos cortes terão que ser feitos.


Nas despesas correntes da burocracia a tesoura foi afiada - caíram 51,5%, em relação ao primeiro semestre de 2016. O poder público não investiu em obras de infra-estrutura praticamente nada e, assim, as obras estão quase todas totalmente paralisadas. A conta com pessoal ativo e inativo caiu 4,4%, mas precisa cair muito mais para re-enquadrar nos ditames da Lei de Responsabilidade Fiscal. O passivo (dívida) reconhecido é de R$ 780 milhões.


DETALHE FINAL - A RECEITA CORRENTE LÍQUIDA EM 12 MESES ( até junho) FOI DE r$ 1,57 BILHÃO DE REAIS, o que torna irrealista a previsão de 2 bilhões previstas para o orçamento de 2018 exigindo maior planejamento financeiro para enfrentar a tempestade que se instalou na economia nacional, regional e local. Com o endividamento da CEF pendente o quadro é ainda mais delicado, mas não impossível de reversão, mediante um diálogo franco e maduro com a sociedade local. Vida que segue.

3 comentários:

  1. ADEMIR ALVES (BAIXA GRANDE)31 de julho de 2017 08:05

    LAMENTO MUITO A SITUAÇÃO ATUAL DO NOSSO MUNICÍPIO.
    DEIXARAM UMA "BOMBA RELÓGIO" NAS MÃOS DO PREFEITO
    RAFAEL DINIZ.ASSIM QUE ESTA "BOMBA" EXPLODIR TRARÁ
    UM "CATÁSTROFE" SEM PRECEDENTES PARA NOSSA CIDADE.

    ResponderExcluir
  2. Vai ter que fazer o que a outra eleitoralmente segurou.

    ResponderExcluir
  3. Não entendi a parte da severa austeridade
    24 milhões em uniforme escolar
    700 mil mensais para manter aeroporto
    Dispensa de licitação todo dia no DO
    Cabide de emprego com DAS sem preparo para a função...

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião