terça-feira, junho 13, 2017

Cabral é condenado a 14 anos de prisão




O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado pelo juiz Sérgio Moro – responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância – a 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A decisão foi publicada no sistema da Justiça Federal do Paraná por volta das 11h desta terça-feira (13). Veja a íntegra da sentença. Além desse processo, Cabral é réu em outras nove ações, que são analisadas no Rio de Janeiro.

A mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, foi absolvida pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por falta de prova suficiente de autoria ou participação.
A ré Mônica Carvalho, esposa de Wilson Carvalho, também foi absolvida pelo mesma razão pelo crime de lavagem de dinheiro.

Veja os réus condenados e os respectivos crimes

·                   Sérgio Cabral – ex-governador do Rio de Janeiro: corrupção passiva, 12 crimes de lavagem de dinheiro – 14 anos e 2 meses de prisão

·                   Wilson Carlos Cordeiro de Silva Carvalho – secretário do governo do Rio de Janeiro na gestão de Cabral: corrupção passiva e dois crimes de lavagem de dinheiro – 10 anos e 8 meses de reclusão


·                   Carlos Emanuel de Carvalho Miranda – sócio do ex-governador Sérgio Cabral: corrupção passiva e quatro crimes de lavagem de dinheiro – 12 anos de reclusão. Leia matéria completa no G1

Um comentário:

  1. ADEMIR ALVES (BAIXA GRANDE)14 de junho de 2017 07:30

    OBSERVO NESTA FOTO O EX-GOVERNANDOR,COM O SEMBLANTE DECAÍDO,
    MAIS ENVELHECIDO.É A CONSEQUÊNCIA DA AMBIÇÃO,OU SEJA, DA "FOME"
    DO DINHEIRO E PRINCIPALMENTE DA AUSÊNCIA DE DEUS NO CORAÇÃO.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião