quinta-feira, maio 29, 2014

EXTRA, EXTRA

Se já não chegou, está pra chegar, uma fornada de jornais impressos com antipropaganda eleitoral de Pezão, Lindberg e Crivela. O calhamaço será dividido em número suficiente para cobrir as diferentes regiões do Município. A tropa está sendo treinada para a empreitada.

O jornal é apócrifo, mas até as jovens palmeiras da praça do Santíssimo Salvador identificam as digitais do interessado em sua ampla, geral e irrestrita divulgação.

Convenhamos, a estratégia revela uma audácia própria de quem acredita na impunidade, como acredita que todos os dias o sol se põe. "Ficamos combinados assim: eu digo que num fui eu e você acredita neu".

Caberá a justiça eleitoral fazer o dever de casa. Ao final, tudo cairá no colo do rigoroso ministro Dias Tóffoli, MD presidente do TSE.

Rezar e vigiar.

5 comentários:

  1. Adorei o "rigoroso"

    ResponderExcluir
  2. KKKKK,me poupe caro blogueiro,nas mãos sujas de dias oh my god,estamos f e f .

    ResponderExcluir
  3. Chico de Cazumba29 de maio de 2014 22:03

    Fernando, juridicamente é correto um funcionario estatutario de uma prefeitura da regiao com carga horario de 40 horas, ser nomeado em cargo de confiança nesta Prefeitura? E legal isto, como da conta.

    ResponderExcluir
  4. ,TEM UM QUE É NOMEADO CARGO CONFIANÇA EM CAMPOS E AINDA TEM TEMPO PARA UMA BOQUINHA DE LEITE EM SAO JOAO DA BARRA.
    MINISTERIO PUBLICO NELE. A PATRICIA CORDEIRO JA ENTROU

    ResponderExcluir
  5. ELE TEM A ($$$$) COBERTURA LÁ EM CIMA, PODE ATÉ SER CONDENADO AQUI, MAS EM BRASILIA ELE SEM PRE GANHA. NÃO É IMPUNIDADE. É GRANA, MUITA GRANA, QUE SAI DO PETRÓLEO.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião