quinta-feira, dezembro 03, 2015

AS RELAÇÕES PROMÍSCUAS DO GOVERNO COM AS EMPRESAS DE ÔNIBUS

As relações entre a prefeitura de Campos, Poder concedente, e os empresários do ramo de transportes coletivos do Município, concessionáiras, deveriam estar sendo investigadas pela Polícia. Afinal, há 7 anos que este sistema vigora, com os vícios já conhecidos da opinião pública, como o pagamento por estimativa, o uso da bilhetagem, ao invés do controle eletrônico e a ausência inexplicável, mas compreensiva de uma fiscalização permanente.

Veja o vídeo:

video


... e veja matéria da Folha da Manhã.

Um comentário:

  1. Pezao sobre a venda do futuro :
    ""O Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal me cobraram quase 70% de juros. Estamos com uma taxa de juros de 14% da Selic. Se eu fizesse essa operação, teria problemas com o Tribunal de Contas do Estado e com o Ministério Público. Como, diante de uma taxa de 14% , vou pagar 70%? Vou sacrificar o futuro do estado? O país perdeu grau de investimento, o estado perdeu grau de investimento. Infelizmente, a demagogia que fizeram de aprovar a mudança do regime de petróleo nos coloca com uma espada na cabeça. O estado recebe essa receita com uma liminar que não dá certeza aos bancos de que o governo terá essa antecipação dos royalties. Por isso, a taxa de risco de 70%", detalhou Pezão.
    E o TRASTE de Campos????
    Desista FDP!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião