quinta-feira, setembro 30, 2010

TRIBUNAL POPULAR

Vá lá que o Supremo Tribunal Federal não tenha decidido nada sobre a validade da Lei de Ficha Limpa para estas eleições; que o Tribunal Superior Eleitoral admita abrir exceções na Lei, mas e você como vai votar?

CLIMA TENSO NO EQUADOR


O Equador enfrenta um clima tenso nesta quinta-feira (30) por conta de protestos de policiais e militares em três cidades do país. Há relatos de comércio fechado e saques na capital, Quito, e em Guayaquil. Militares tomaram as pistas do aeroporto de Quito, que estava fechado. O prédio do Congresso também foi tomado, segundo Julia Ortega, porta-voz do Legislativo.
Centenas de policias e militares foram às ruas em Quito, Guayaquil e Cuenca protestar contra proposta de legislação, feita pelo presidente Rafael Correa, que reduziria seus ganhos, tirando bônus e incentivos.Eles queimaram pneus, ocuparam instalações militares e chegaram a fechar acessos às cidades.

Discurso de Correa

Em clima tenso, o presidente Correa discursou durante a manhã em um quartel do Exército em Quito e disse que não cederia. "Não darei nenhum passo atrás. Se quiserem, tomem os quarteis, se quiserem deixar a cidadania indefesa e se quiserem trair sua missão de policiais", afirmou Correa em uma acalorado discurso ante dezenas de militares que tomaram o principal regimento de Quito.

"Se quiserem matar o presidente, aqui estou, matem-no se tiverem vontade, matem-no se tiverem poder, matem-no se tiverem coragem ao invés de fiar covardemente escondido na multidão", disse. "Se quiserem destruir a pátria, aí está! Mas o presidente não dará nem um passo atrás."
Correa teve de usar máscara de gás para deixar o lugar, segundo relatos de testemunhas.
Depois de sair do regimento, Correa tirou a máscara e foi levado ao vizinho hospital da polícia, onde entrou de maca, mostrando sinais de asfixia por gás lacrimogênio. Dois militares também ficaram feridos, segundo o hospital militar.

Comando promete lealdade

O principal comandante militar do Equador, general Ernesto González, afirmou que os soldados seguem leais a Correa. "Nós estamos sob o estado de direito, estamos subordinados à máxima autoridade que é o senhor presidente da República", disse em entrevista na cidade de Cuenca.

Ele disse que iria tomar as medidas necessárias para restabelecer a ordem.

Chanceler

O ministro de Relações Exteriores, Ricardo Patiño, disse que não há protestos populares, mas que os atos da polícia são "inaceitáveis e intoleráveis".

"Esta não é uma insurreição popular, é uma insurreição de alguns grupos da polícia que estão mal informados porque, caso contrário, não fariam isso", acrescentou. Patiño denunciou ainda que, por trás das mobilizações militares e policiais, podem haver setores golpistas que buscam desestabilizar o país.
O ministro coordenador de Segurança Interna e Externa, Miguel Carvajar, disse que o país está em situação "delicada" e enfrentando um processo de "desestabilização do governo e da democracia".
O presidente do Banco Central do Equador, Diego Borja, pediu calma, dizendo à população que não saque seu dinheiro dos bancos.
"O pior que poderia ocorrer neste momento é entrar em pânico, sacar dinheiro, colocar-se em risco porque saem do banco e podem ser assaltados", disse Borja. Com o protesto de policiais, foram registrados alguns roubos a bancos nas últimas horas.
Procurada pelo G1, a Embaixada do Equador no Brasil afirmou que não iria falar sobre o assunto até que haja uma declaração oficial do governo equatoriano.

Fonte: G1

quarta-feira, setembro 29, 2010

ELEITOR TÍTULO SUJO

É verdade que quem prostituiu o processo eleitoral foram candidatos inescrupulosos, que colocaram preço no voto: cinquentinha.

Agora que o eleitor alienado gostou do negócio, não resta dúvida. O que tem de gente aí fora oferecendo o voto à alguns reais, não está no gibi. 

MARIVALDA É ALVO DE BOATO

Marivalda Benjamin foi alvo, no dia de hoje, da industria cafajeste do boato. Espalharam que ela teria sido vítima de um mal súbito.

Tudo mentira. Falei, ainda agora, com ela, pelo telefone. Marivalda está firme, forte e saudavel. Como de costume.

Viva Marivalda!

terça-feira, setembro 28, 2010

A GREVE DOS BANCARIOS E A BOCA DE URNA

A greve dos bancários é providencial.

É certo que o movimento dificulta um pouco a vida da população que recorre, usualmente, às agências para resolver seus negócios, mas, em contrapartida, o câmbio da dinheirama que alimenta a industria criminosa da boca de urna, recebeu um golpe de morte.

Dessa forma, os bancários, além do sagrado direito de luta por melhorias funcionais, prestam um serviço à cidadania. Mais que algumas autoridades que, em tese, existem para isso. 

NAMETALA MANDA NOTÍCIAS

Eu estava, ao lado do jornalista Bastos, da Folha da Manhã, quando o presidente da Câmara Municipal de Campos, Rogério Matoso, anunciou que vai, amanhã, ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro, para uma audiência com o presidente, desembargador Nametala Jorge.

Esse encontro foi solicitado pelo vereador há uma semana, aproximadamente. Na ocasião, Matoso será informado sobre o rito da eleição suplementar de Campos e, pode ser, que o desembargador, que já despachou sobre o assunto com o presidente do TSE, Ricardo Lewandowsky, acrescente algumas informações, além das que já deu.

Até lá, só nos resta administrar nossa curiosidade.

SINAIS DA MUDANÇA


Hoje de manhã, no rádio, um ouvinte reclamava do estado geral da praça de Santa Rosa. Insatisfeito, com a demora de uma intervenção da administração  para corrigir os problemas, disse que pede providências, desde o governo passado.

Ele se referia a gestão da prefeita afastada. O povo sempre pragmático, já começa a conjugar o verbo no pretérito passado.

ABERRAÇÃO

Eu só quero ver a prestação de contas de algumas campanhas eleitorais.

Aposto que serão semelhantes às declarações de bens de candidatos “franciscanos que fizeram voto de pobreza”.

O mais interessante é que todos fingem que acreditam e ao final, acaba tudo bem.

E Bumba, meu boi!

segunda-feira, setembro 27, 2010

TIRIRICA E A CORRUPÇÃO ERUDITA

O promotor Mauricio Antonio Lopes, do Ministério Público Eleitoral de São Paulo quer submeter o palhaço Tiririca a um teste de leitura e escrita, ainda hoje, para identificar se o candidato é analfabeto, o que, se confirmado, poderá resultar no pedido de impugnação de sua candidatura, conforme estabelece a lei.

Caro doutor, o Brasil é um país de larga tradição corrupta erudita, desde os primeiros nobres colonizadores até Maluf e seus congêneres. Em todos os últimos escândalos, por exemplo, de corrupção, no país, os envolvidos eram letrados. São raros os casos em que analfabetos são flagrados com a mão na cobiçada botija pública. Essa gente, doutor, está muito ocupada sustentando nas costas a base da pirâmide social. Não lhes sobram muito tempo e, muito menos, oportunidades.

É claro que não defendo o lugar comum, segundo o qual, pobre é coitadinho e rico é tudo ladrão. Longe, muito longe disso. Mas diante da situação, é impossível ignorar as estatísticas de crimes contra o erário brasileiro e lá, invariavelmente, figuram notáveis do colarinho branco e cuecas multicores.

Pena que não haja teste para identificar corruptos, embora alguns venham de fábrica com um carimbo na testa e aquele sorriso indisfarçavel.

Ao final da sabatina de hoje, caso Tiririca sobreviva como candidato e pela exposição do fato, a sua votação tenderá a multiplicar-se. Legiões de analfabetos brasileiros, do alto de sua condição ofendida, cerrarão fileiras com um dos seus.

AOS MESTRES

O prefeito de Campos, Nelson Nahim, fez publicar na edição de hoje do Diário Oficial, o decreto 290/2010 que “estabelece e cria a Comissão de Análise, Melhorias e Revisão do Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais do Magistério da Educação Básica Pública Municipal de Campos dos Goytacazes e dá outras providências”.

O secretário de Administração, Fábio Ribeiro preside a comissão, que além de outros nomes, é integrada pelo presidente do SIPROSEP, Sérgio Almeida.

domingo, setembro 26, 2010

CANTANDO


“A sorrir eu pretendo levar a vida, pois chorando eu vi a mocidade perdida”.

Cartola e Elton Medeiros

sábado, setembro 25, 2010

TEXTO IDEAL PARA LEI DO FICHA LIMPA

Tomo emprestado a frase famosa de Lacerda sobre a candidatura de Juscelino à presidente e dou-lhe, enfim, um destino justo.

Artigo único – O ficha suja não será candidato; se for, não vencerá as eleições; se vencer, não tomará posse; se tomar posse, não governará ou legislará.

Ficam revogadas as disposições em contrário.

ESPOSA DE RORIZ INSCREVE CANDIDATURA

A esposa de Joaquim Roriz (PSC), Weslian Roriz, protocolou na tarde deste sábado (25) o pedido de registro de sua candidatura ao governo do Distrito Federal no Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF).
Com isso, Weslian substitui seu marido, o ex-governador, na chapa que concorre ao governo local.
Roriz anunciou na tarde de sexta (24) a sua desistência da candidatura após sessão de julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) que terminou empatado na madrugada desta sexta (24).
Diante do impasse, o STF decidiu suspender o julgamento por tempo indeterminado. Com isso, Roriz não tem a garantia de que a candidatura dele não seria barrada às vésperas ou mesmo depois da eleição. A expectativa é que o STF volte a discutir o assunto na próxima semana.

TSE

Roriz havia apresentado um recurso contra decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que barrou sua candidatura ao governo local. No início da noite de sexta-feira, os advogados de Joaquim Roriz protocolaram no STF o pedido de desistência do recurso.
O TSE baseou a decisão na Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de políticos com condenações em órgãos colegiados da Justiça ou que renunciaram ao mandato para escapar de processo de cassação. Em 2007 , Roriz renunciou ao mandato de senador antes que uma investigação fosse iniciada no Conselho de Ética do Senado.

Manifesto

Em seu site oficial, Roriz publicou um texto intitulado "Manifesto de Roriz ao povo de Brasília", pelo qual fez o anúncio da renúncia.
“Não posso mais ser candidato. Mas a eleição correrá em meu nome e o povo de Brasília me honrará, elegendo Governadora minha amada esposa, companheira de meio século, Dona Weslian Roriz, competente, honrada, humana e digna. Estarei com ela a cada minuto, da mesma forma que ela sempre esteve comigo, e foi a grande responsável pela alta dose de humanismo dos quatro períodos de governo que chefiei”, diz o texto.
No "manifesto", o candidato se defendeu. “Minha ficha é limpa e minha consciência mais limpa do que a consciência dos que me acusam sem provas; [...]Para isso valeu tudo: rasgaram a Constituição; jogou-se no lixo os princípios gerais do Direito; construíram interpretações, e, no meu caso particular, ignoraram que nunca foi aberto contra mim qualquer processo com base “quebra de decoro parlamentar” e jamais sofri condenação transitada em julgado em qualquer esfera do judiciário”, afirmou.


Fonte: G1, em Brasília

A ESCOLHA DE SOFIA

A julgar pelo desempenho das candidaturas de Fernando Peregrino, ao governo do Estado e Waguinho, ao Senado, teria sido mais eficaz para a coligação uma inversão de ordem, afinal enquanto Peregrino patina na casa dos 3 por cento, o cantor Waguinho já superou os 6 por cento das intenções de votos.

E, convenhamos, com muito menos visibilidade que Peregrino.

BLOG NOVO NA PRAÇA DO POVO

ALÔ PESSOAL
ESTOU ENVIANDO PARA INFORMAR MEU BLOG.
NOTÍCIAS FREQUINHAS E NOVIDADES.
FOTOS DOS PROBLEMAS E INFORMAÇÕES SOBRE A CIDADE.
FUTURAMENTE ENTREVISTAS EXCLUSIVAS. SIGAM-ME E LEIAM-ME.VOCÊ PODE SER UM ENTREVISTADO.
EM FASE INICIAL, ALGUNS PROBLEMINHAS A SEREM SUPERADOS.
CONTO COM TODOS VOCÊS PARA DIVULGAR O BLOG.

ACESSE:joserenatorangelduarte.blogspot.com

VALEU!
Seja bem vindo, Zé Renato.

sexta-feira, setembro 24, 2010

CARBONARIOS

Olha, não é por nada não, mas o clima político, em Campos e de resto, no Brasil, é de uma nostalgia que dá azia. Eleições diretas, charge do Henfil, Teotônio Vilela, ameaça a liberdade de Imprensa...

Só ta faltando Coração de Estudante, com Milton, ou Caminhando e Cantando, com Vandré.

ATÉ TU, FARAH?

O jornalista Alexandre Bastos revelou em seu blog a carta-manifesto do candidato a deputado federal, pelo PR, Alexandre Farah, contra o “monopólio” do tempo de TV, pelo também candidato a federal, Garotinho.

Agora, Farah? Agora Inês é morta, brother. O jeito é entubar e seguir calado. As eleições já batem às portas. O que lhe resta, a essa altura, é rezar para que o líder republicano consiga mesmo a votação meteórica anunciada e o reboque numa arriscada carona.
REVIVAL: No último dia 9 deste mês, postei a seguinte nota:
O DONO

 Os candidatos a deputado federal, pelo PR, estão tiriricas da vida. O horário eleitoral do partido tem dono. Todo o tempo é usado para alavancar a candidatura do Garotinho, sob o argumento que uma votação estratosférica – os mais otimistas apostam em 1 milhão de votos, enquanto os institutos de pesquisa apontam para 400 mil, aproximadamente – poderá eleger uma bancada de até 9 (?) parlamentares.


Imagine, tem candidato republicano à federal reclamando do tratamento dispensado pelo comando do partido e se dizendo “perseguido”.

 Fernando Leite  

RORIZ DÁ UM BAILE NO STF


O candidato a governador de Brasília, Joaquim Roriz, protagonista do recurso julgado, ontem, pelo Supremo Tribunal Federal, quando foi argüida a eficácia jurídica da Lei de Ficha Limpa, cansou de esperar pela decisão dos vetustos juízes da alta corte.

Roriz não gostou nada do resultado da votação dos ministros: empate de 5 a 5. Dono de uma concorrida folha corrida de transgressões à lei, com renúncias, como estratégia para se livrar de investigações e inelegibilidades, deu-se ao luxo de reclamar contra o adiamento do julgamento: “Estou pagando caríssimo por isso”, disse.

Enquanto os ministros do Supremo discutem as filigranas jurídicas, com a paixão de gremistas, Roriz decidiu ser pragmático. Vai lançar, em seu lugar, como candidata ao governo do distrito federal, sua patroa, Weslian Roriz. (É esse mesmo o nome da madame).

Dessa forma resolve seu impasse, potencializa suas chances de ganhar as eleições e deixa os ministros do STF com a brocha nas mãos.

STF vai decidir na quarta se continua a julgar ficha limpa, diz Peluso

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, afirmou nesta sexta-feira (24), por meio de sua assessoria, que diante da renúncia do candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC) o plenário da corte vai decidir na próxima quarta-feira (29) se continua o julgamento do recurso ajuizado sobre o registro do ex-candidato.

Roriz teve o registro barrado pelo Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base na Lei da Ficha Limpa e recorreu ao STF. Quatro vezes governador do DF, ele teve o registro impugnado porque renunciou ao mandato de senador, em 2007, para escapar de um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética do Senado.

A Lei da Ficha Limpa prevê a inelegibilidade de candidatos condenados em decisões colegiadas ou que tenham renunciado a mandato eletivo para escapar de cassação. Segundo a assessoria do STF, o presidente da corte já sinalizou que não vai tomar nenhuma decisão sem ouvir os outros ministros.

Os advogados de Roriz anunciaram que vão desistir do recurso. Com isso, os membros do Supremo podem julgar que o processo foi prejudicado pela perda de objeto.
Entretanto, no início do julgamento do caso Roriz, na ultima quarta-feira (22), foi aprovada a chamada repercussão geral, pela qual a decisão deve ser aplicada a casos semelhantes pelas instâncias inferiores. Esse fato poderia levar os ministros a decidirem retomar a discussão sobre a ficha limpa, apenas em tese.

Apesar da disposição da Presidência do Supremo em discutir o assunto, para alguns ministros o debate está definitivamente prejudicado. No entanto, há precedentes na história do STF que permitem a manutenção da repercussão geral no julgamento de outro caso sobre a ficha limpa.
Para o ministro Marco Aurélio Mello – que votou contra a aplicação da lei – será necessário aguardar a chegada de outro recurso de candidato que tenha sido barrado pela ficha limpa. “Toda essa discussão foi um grande treino sem ter chegado ao gol. Estamos mais em forma. Vamos voltar a discutir o tema, mas não nesse processo. Sem a candidatura, não se tem o objeto”, afirmou o ministro.

Fonte: G1, Débora Santos, de Brasília

quinta-feira, setembro 23, 2010

O VOTO E O VÍCIO

As últimas eleições, em Campos, foram marcadas pela mais desavergonhada compra de votos que se tem notícia. Tudo apurado pela Polícia Federal, que chegou a montar um birô de investigação na sacristia da Igreja do distrito de Vila Nova para ouvir os envolvidos. Ocasião em que vários implicados no escambo do voto, naquela freguesia, confirmaram a prática viciosa, que ganhou vulto, nessas paragens, no ano da graça de 2004.

No inquérito da Policia Federal, teve eleitor que não só confirmou ter vendido o voto, como explicitou o nome do mercador, o valor do negócio e a forma de pagamento: dinheiro vivo, cartão de crédito e até cheque sem fundo. O escândalo só veio à tona, justamente, porque houve velhacaria na transação. Teve eleitor/fornecedor de votos que levou calote. E, no prejuízo, abriu o bico.

Ora, como se vê, um crime com tanto requinte de ousadia não se intimida com algumas raras prisões e com um processo judicial que, ao final, pode determinar o pagamento de algumas cestas básicas. Há, inegavelmente, uma cultura consolidada aqui de compra de votos e venda de (in)consciências.  O que se depurou do escândalo até agora, precisamente, é a identidade dos agenciadores, mas o grande receptador continua na sombra. Pronto para atacar de novo.

Não tenhamos ilusões, só a propaganda institucional do TSE, advertindo contra a compra de votos não é suficiente. Os criminosos são sempre mais atrevidos que os homens de bem. Eles estão articulados e, com certeza, já se movimentam, dessa vez, provavelmente, com mais cautela. Pelo visto, estamos prontos para assistir de novo um filme antigo. Até quando?

O STF E A ANGÚSTIA DO BRASIL CIDADÃO

A mais alta corte da Justiça brasileira é o Supremo Tribunal Federal. Ultimo bastião do Judiciário. Fórum para análise e julgamento da legalidade, com o distanciamento necessário para a indispensável e, absolutamente, necessária aplicação da letra fria da lei. Porque a lei tem mesmo que ser fria.

O fato é que há casos e, não são poucos, em que o legal confunde-se com o imoral. O rito legal assegura até a última instância de julgamento, tardio porque falho, ou falho porque tardio, tanto faz, a presunção de inocência, tanto do homem comum, como do mais notável dos bandidos. O que os iguala na desigualdade.

A Lei de ficha limpa pode até ser inconstitucional, mas é fundamental, sem o que o processo eleitoral brasileiro continuará sendo também um valhacouto de marginais em busca de imunidade. De impunidade.

O pedido de vistas do Ministro Tóffoli, na sessão que julgava a constitucionalidade da lei que pretende impor uma faxina cívica no Poder Político, aumentou a angústia da cidadania brasileira, senhora e autora da lei que está sob o crivo dos altos juizes.

Contudo, a sociedade mantêm sua esperança em riste.

Que os senhores Ministros do STF não transformem o sonho da lei de Ficha Limpa numa quimera de primavera.

terça-feira, setembro 21, 2010

CESAR MAIA ESCONDE JOSÉ SERRA NA PROPAGANDA

O presidenciável José Serra (PSDB) é figura ausente na campanha do ex-prefeito do Rio Cesar Maia (DEM), que disputa vaga no Senado.
Além de ter indicado o candidato a vice de Serra, o DEM está coligado com PSDB, PPS e PV no Rio.
Maia prefere, porém, exibir em seu programa eleitoral as outras duas estrelas tucanas: o ex-governador de Minas e candidato ao Senado, Aécio Neves, e o candidato a governador de São Paulo Geraldo Alckmin.

Fonte: Folhaonline

MILITAR E GAY, CANDIDATO RECLAMA FALTA DE ESPAÇO NA TV

Sargento da Marinha há 14 anos e gay assumido, Cláudio Rocha (PC do B/RJ), 32, tenta chegar pela primeira vez à Câmara dos Deputados, mas já enfrenta problemas dentro de seu próprio partido. O candidato reclama que não vai fazer qualquer aparição no horário eleitoral.
"Não me deram espaço na TV. É um absurdo. Só porque sou negro, favelado, gay, e passei, nas pesquisas, figuras carimbadas do partido?", questiona.
Entre as propostas de Rocha, está a retirada, do Código Militar, de sanções a homossexuais. O militar diz sentir na pele o preconceito dentro das Forças Armadas, ao ser colocado, segundo ele, "nos piores setores" da Marinha.
"Quando me candidatei, me disseram na Marinha que nestava tocando em um assunto polêmico".


Fonte: Folhaonline/blogs Escrito por Cirilo Junior às 14h30

LIVRO DO CORONEL ZÉ CÂNDIDO

SE EU MORRER, TELEFONE PARA O CÉU é um livro do coronel Zé Cândido de Carvalho, apresentado pela pós doutora em literatura, Arlete Parrilha Sendra, no próximo dia 27, às 20h, na Academia Campista de Letras, no aprazível Jardim São Benedito.

Além do luxo, o convite ainda tem a griffe de Silvinha Paes. É o que há.

segunda-feira, setembro 20, 2010

ELEIÇÕES SUPLEMENTARES: MATOSO VAI A NAMETALA

O presidente da Câmara Municipal de Campos, Rogério Matoso, vai aguardar a ida do presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Nametala Jorge, ao TSE, para discutir a resolução que estabelece eleições suplementares indiretas, após o primeiro semestre do ano de eleições gerais, para solicitar uma audiência.

Matoso espera obter informações sobre o processo de eleições biônicas, uma vez que a Lei Orgânica do Município, não prevê a situação criada pela resolução recente do TSE.

GAROTINHO CONDENA TAXA DE LUZ NO RIO

Reproduzo (ipsi literis) a postagem do Garotinho, em seu blog, sobre a cobrança indevida da taxa de luz, pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Como diz Ancelmo Góes, colunista de O Globo, deve ser horrível viver numa cidade que cobra de seus cidadãos essa excrescência, que é a taxa de luz. Sou obrigado a concordar com o protesto do Garotinho.

Leia o post: 

Muita gente pode não ter reparado, mas na sua conta de luz, há 6 meses já vem a cobrança da Taxa de Iluminação Pública, que Eduardo Paes conseguiu aprovar na Câmara de Vereadores. Aliás, minha filha Clarissa Garotinho foi uma das poucas vozes que se levantaram contra essa cobrança. Paes alegou que isso iria melhorar muito a iluminação da cidade. Foi até anunciado um Choque de Iluminação. 

Pois bem, o saldo até agora, mostra bem que tudo não passou de um golpe de Paes, para engordar os cofres da prefeitura. 

Nos primeiros cinco meses de cobrança, a prefeitura arrecadou R$ 43 milhões. Sabem quanto investiu em iluminação? Apenas R$ 13 milhões. Nem um terço do dinheiro arrecadado. 

Pra piorar o tal Choque de Iluminação é outra conversa fiada. Na Zona Norte há cada vez mais pontos com lâmpadas queimadas. 

E como isso não bastasse, a coluna “Extra, Extra!”, de domingo, mostrou que consumidores que ligam para reclamar de postes sem luz estão sendo orientados a terem paciência porque estão faltando lâmpadas para trocar. É vergonhoso! 

O que será que Paes está fazendo com o dinheiro da Taxa de Iluminação? 


Em tempo: Dizem que Paes deixa a cidade às escuras pra não ver a tragédia que é a sua administração, de muita festa e oba-oba e pouco trabalho concreto.

NAHIM RECEBE A EX OPOSIÇÃO HOJE

O prefeito Nelson Nahim recebe, hoje, em seu gabinete, às 17h, a ex-bancada de oposição, na Câmara. Na oportunidade vai tratar do projeto que propõe alterações no organograma da Fundação Municipal da Infância e Juventude.

A mensagem do Executivo, que tramita nas comissões, extingue funções e cria cargos de confiança, além de propor contratação, em regime de CLT, o que, além de afrontar a lei, contrariou funcionários da Fundação.

A expectativa é que, ao final do encontro, seja alinhavado um acordo sobre as mudanças propostas.

domingo, setembro 19, 2010

INDIRETAS EM CAMPOS: NO PASSARÁN!

Além do questionamento judicial proposto pelo diretório municipal do DEM, a ameaça de eleições suplementares indiretas, em Campos, restritas ao colégio eleitoral da Câmara de Vereadores, vão enfrentar o movimento popular que, esta semana, promete ganhar as ruas.

Há um núcleo que já se reúne, sobre o tema, na manhã desta segunda feira.

A LEI DOS BARCOS

Faltaram a vela inflada
E a sina dos ventos
Que levam ao milagre dos peixes.
Faltou a cantiga
Do pescador solitário,
Enquanto a quilha abre
veredas d’água.
Faltou o último levante do sol,
Um bando de gaivotas de porcelana,
no primeiro vôo de vidro da manhã.
Faltou que se cumprisse
A lei das embarcações:
Do barco não mais voltar ao porto
Na viagem derradeira.
Perder-se no azul sem fim.
Faltou o mar,
Que um dia,
Pensei que houvesse
Em mim.


FernandoLeiteFernandes

sábado, setembro 18, 2010

MUNDO REAGE COM INDIGNAÇÃO E NOJO À PEDOFILIA

Cerca de 9 mil pessoas marcharam neste sábado rumo à Downing Street com o objetivo de protestar contra a visita do papa Bento XVI à Inglaterra. Os manifestantes reclamaram da posição do Vaticano em relação a questões como o direito dos homossexuais, o uso de preservativos e a resposta da igreja aos casos de padres pedófilos. As informações são do jornal britânico The Telegraph.
Durante a ação, promovida pela Associação Humanística Britânica e a Sociedade Nacional Secular, os ativistas carregaram faixas e cartazes com dizeres como "O Papa está errado - use camisinha" e "Papa protege padres pedófilos".
Manifestantes mais indignados chegaram a acusar Bento XVI de obstruir as investigações policiais sobre os casos de pedofilia. "As desculpas do Papa não são verdadeiras. Até hoje, ele se recusa a entregar os arquivos do Vaticano, que mantém a sete chaves. Sacerdotes que abusam sexualmente de crianças devem ser presos e a igreja deve fazer sua parte", afirmou um participante ao jornal inglês.

Fonte: G1


Do Blog: Na terra da Rainha, o Sumo Pontífice não ficou imune à sagrada manifestação de repúdio da sociedade contra a ação nojenta e abjeta de pedófilos menos ou mais notáveis. Nós, aqui, continuamos impassíveis, em silêncio obsequioso.

O QUE É ISSO COMPANHEIRO?

Fernando Gabeira está se jogando de qualquer altura.

No mesmo dia, esteve em dois atos políticos distintos: primeiro com José Serra, PSDB, numa cerimônia em defesa dos direitos dos portadores de deficiência física e depois, com Marina Silva, PV, na baixada fluminense.

RECADO AOS SECRETÁRIOS

O repórter Barbosa Lemos, dono da Difusora e de outras tantas rádios por aí, é o principal arauto do governo municipal. Pelo menos, era, na gestão da então prefeita.

Barbosa conquistou essa condição, quando em plena campanha eleitoral, fez a opção pelo grupo do ex-governador Garotinho. Defendeu, nos microfones da Rádio, a sua escolha e foi além, subiu nos palanques e pediu votos.

Ontem à noite, quando participava do programa de Cassiano Santana, Barbosa revelou sua inquietação com uma eminência parda que, segundo ele, quer ser mais realista que o rei. Senta sobre os processos e atrasa, injustificadamente, pagamentos de empresas que executam obras para o governo. Só faltou falar o nome, que todos já sabem.

Barbosa encerrou o seu flash, mandando um recado aos secretários municipais: “coloquem o couro no sol” e avisou que, quando retornar ao ar, no dia 4 de outubro, vai cobrar mais agilidade e menos burocracia do governo.

UMA PEDRA NO CAMINHO DO PSF?

O médico e vereador Edson Batista é um militante político aplicado. De formação marxista, guarda a disciplina dos comunistas e, quando necessário, se oferece ao sacrifício.

Foi assim quando impetrou mandado judicial contra a realização do concurso público para composição do Programa Saúde da Família e depois quando também buscou recurso jurídico contra a divulgação do resultado do concurso, imposto pelo próprio Judiciário.

Nas duas oportunidades, o então vereador Edson Batista foi arauto da vontade política do seu grupo político. Cumpriu uma tarefa partidária.

Mas e agora? A roda girou, a prefeita que resistiu em homologar o concurso foi afastada e o seu substituto, o prefeito Nelson Nahim já anunciou que convocará os aprovados na prova de acesso ao PSF. O que restará ao disciplinado vereador Edson Batista?

São os desígnios da política.

sexta-feira, setembro 17, 2010

MALDADE

No caso das eleições suplementares de Campos ficarem restritas ao colégio eleitoral da Câmara de Vereadores, não seria prudente convocar Forças Federais?

quinta-feira, setembro 16, 2010

O PMDB NO PÁREO

As probabilidades de uma grande aliança de oposição no primeiro turno das eleições suplementares de Campos são, praticamente, nulas. Os partidos lançarão candidaturas e algumas já estão, inclusive, postas, ainda que informalmente.

O comando municipal do PMDB deliberou oferecer um nome para as eleições de novembro. Nos próximos dias, o assunto entra em pauta de uma reunião da executiva e depois será levada ao diretório. A idéia é definir a fórmula democrática de escolha entre os postulantes.

O assunto foi conversado com o vice-governador Luiz Fernando Pezão, durante sua estada, em Campos, que, por sua vez, ficou de levar a idéia ao governador Sérgio Cabral.

quarta-feira, setembro 15, 2010

O ORÇAMENTO DE CAMPOS PARA 2011

Chegou à Câmara de Vereadores o projeto de orçamento de Campos para o exercício de 2011.

Os números são estratosféricos: R$ 1.876.789.985,59 (Hum bilhão, oitocentos e setenta e seis milhões, setecentos e oitenta e nove mil, novecentos e oitenta e cinco reais e cinqüenta e nove centavos, ufa! É de faltar fôlego)

UM NOME PARA O ARQUIVO PUBLICO MUNICIPAL

A vereadora Ilsan Viana, PDT, apresentou à mesa diretora da Câmara Municipal uma indicação legislativa propondo o nome do escritor, historiador e memorialista Waldir Pinto de Carvalho para o Arquivo Público Municipal.

A homenagem não poderia ser mais justa, pela sua história pessoal, pela contribuição à cultura, como ficcionista, autor de memoráveis radionovelas, nas décadas de 50 e 60, pelo conjunto de sua obra.

Tomara que as paixões rasteiras da política não criem dificuldades para que esta indicação se viabilize.

Viva Waldir de Carvalho!

terça-feira, setembro 14, 2010

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Essa planície nasce castanha,
Nos meus olhos
E depois vai se estendendo até não poder mais...

Aí, viramos mar.




(Do livro Arquitetura da Manhã)

CAMPEÕES DE VOTOS

Os campeões de votos para deputado federal, nestas eleições, no Rio e em São Paulo são do mesmo partido, o PR 22, Garotinho e Tiririca.

Mas há entre eles uma diferença fundamental.

O slogan do candidato de São Paulo, o palhaço Tiririca, é que “com ele pior não fica”.

No caso do Rio, pode ficar.

segunda-feira, setembro 13, 2010

CERTEZA

Posso até ter dúvida quanto em quem votar nessas eleições de agora e nas suplementares municipais de novembro, em Campos.

Mas sei de forma absoluta e peremptória em quem NÃO quero votar.

PEZÃO COMPLETA VISITA EM 80 CIDADES

O vice-governador Luiz Fernando Pezão cumpre agenda, desde ontem, em Campos. Nesse momento, a comitiva liderada por ele está em São Fidélis, onde faz campanha no centro urbano, acompanhada de aliados locais.

No final do dia, o grupo retorna a Campos, onde participa de uma grande reunião do PMDB, no salão do Automóvel Clube, às 20h.

Com a ida a São Fidélis, Pezão completa uma marca surpreendente: 80 municípios do Estado visitados, desde o início da campanha. No final de semana, em Friburgo, serão 92 municípios cobertos pela comitiva.

Hoje à tarde, enquanto almoçava, em Campos, o vice-governador foi informado dos últimos números da pesquisa que aferiu intenções de votos na região Norte do Estado. Os três primeiros colocados, estão na seguinte ordem: 55% o primeiro; 9% o segundo e 8% o terceiro.

Pezão também recebeu dados da pesquisa em seu Município, Piraí. Lá o primeiro colocado têm 74%, o que representa cerca de 90 por cento dos votos válidos. Amanhã, o grupo se desloca para São Francisco do Itabapoana e depois, Itaperuna.

sexta-feira, setembro 10, 2010

VICE PRESIDENTE JOSÉ ALENCAR NA UTI

O vice presidente da República, José Alencar está internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O diagnóstico é de edema agudo no pulmão.

Alencar luta contra um câncer abdominal e está com 78 anos.


Fonte: O Globo

PF APREENDE 1 MILHÃO E CINCO CARROS DE LUXO NO AMAPÁ

A Polícia Federal informou nesta sexta-feira (10) que foram apreendidos cinco carros de luxo e R$ 1 milhão no Amapá, durante a Operação Mãos Limpas, que prendeu o governador do estado, Pedro Paulo Dias (PP), e outras 17 pessoas. Também foram apreendidas quatro armas.
O G1 apurou que os carros importados, entre eles uma Ferrari, um Maserati, duas Mercedes e um Mini Cooper, estavam em propriedades do presidente do Tribunal de Contas do estado, José Júlio de Miranda Coelho. Grande parte do dinheiro apreendido pela PF foi encontrada nas secretarias estaduais, principalmente na de Segurança Pública.
Com a ajuda de familiares que ocupavam cargos no governo, Pedro Paulo Dias teria montado uma quadrilha para desviar recursos da União e do estado. De acordo com a apuração doG1, entre as 18 pessoas presas, estão dois irmãos do governador: Benedito Dias, secretário especial de Governo, e Elpídio Dias, secretário de Saúde. Além deles, foi presa a namorada do governador e a ex-primeira-dama do estado, Marília Goés, mulher do ex-governador do Amapá Walter Goés, também foi preso.
Segundo informações da PF no Amapá, o presidente da Assembléia Legislativa do estado, Jorge Amanajás, depôs na Polícia Federal do Amapá, após um mandado de condução coercitiva. De acordo com a PF, ele já foi liberado. A PF no estado informou ainda que, ao cumprir um mandado de busca e apreensão na casa do prefeito de Macapá, Antônio Roberto Rodrigues, foi encontrada uma arma. Com isso, o prefeito foi autuado em flagrante e levado à PF para prestar esclarecimentos. O prefeito pagou fiança e foi solto.
A Operação Mãos Limpas da Polícia Federal foi deflagrada nesta tarde. Os 18 acusados de participação em uma organização criminosa serão transferidos para Brasília entre esta sexta e sábado (11). Pedro Paulo, que está preso no quartel do Exército, em Macapá, será levado para a carceragem da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília.
Foram mobilizados 600 policiais federais para cumprir 18 mandados de prisão temporária, 87 mandados de condução coercitiva e 94 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo a PF, estão envolvidos no esquema servidores públicos, políticos e empresários.
As apurações da Polícia Federal revelaram indícios de um esquema de desvio de recursos da União que eram repassados à Secretaria de Educação do Estado do Amapá, provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).


Fonte: G1, Nathalia Passarinho e Eduardo Bresciani


Atualização, 19:34h: O presidente do Tribunal de Justiça, Dôglas Evangelista Ramos assumiu a chefia do Executivo do Amapá, provisoriamente.

AGENDA DE PEZÃO EM CAMPOS E SÃO FIDÉLIS

Acabo de receber a agenda oficial da visita do vice-governador Pezão a Campos, neste domingo. A sua chegada está prevista para às 16h, no aeroporto Bartolomeu Lyzandro e o primeiro compromisso às 19h, no ato de lançamento da candidatura à reeleição do deputado federal Arnaldo Vianna. Confira: 

DOMINGO

19h- CAMPOS
Reunião com Arnaldo Vianna, Ilsan, ministro Lupi, prefeitos, dep. Estaduais e candidatos
Local:  Jockey Club de Campos

 SEGUNDA-FEIRA

9h30 – CAMPOS
Concentração: Praça São Salvador – em frente à Catedral
Trajeto: andar pelo Calçadão
OBS: De van segue para o diretório do PMDB – na Av. José Alves de Azevedo, 444 - Centro

10h30 – CAMPOS
Concentração: Praça em frente ao Churrasquinho do Sangue Bom – na Av. Pelinca
Trajeto: Av. Pelinca – entre a Santa Casa de Misericórdia e o Centro de Compras– no Bairro Pelinca

15h30 – SÃO FIDÉLIS
ConcentraçãoRua Sete de Setembro – principal rua do município

19h30 – REUNIÃO POLÍTICA PMDB CAMPOS
Local: Ginásio do Automóvel Clube Fluminense
End: Rua Lacerda Sobrinho, 127 - Centro

PEZÃO EM CAMPOS DOMINGO E SEGUNDA

O vice-governador Luiz Fernando Pezão chega a Campos, no próximo domingo, dia 12, no início da noite e participa do lançamento da candidatura a reeleição do deputado federal, Arnaldo Vianna, do PDT, no salão do hipódromo do Jockey Club.

Pezão estará acompanhado do Ministro do Trabalho, Carlos Lupi, presidente licenciado do PDT e de uma grande comitiva, que tem cumprido agenda do governador Sergio Cabral no interior do Estado.

Na segunda feira, 13, o vice-governador caminha, pela manhã, no centro da cidade e à tarde, visita São Fidélis.

Na noite de segunda, Pezão e a comitiva do governador participam de uma reunião do PMDB de Campos, no Automóvel Clube, com lideranças políticas e aliados da região.

quinta-feira, setembro 09, 2010

NOSSO LAR: AS CURIOSIDADES E O NÚMEROS QUE JUSTIFICAM O TÍTULO DE SUPERPRODUÇÃO

Uma muralha de 70 metros de comprimento construída em Guaratiba, no Rio de Janeiro, meia tonelada de gelo seco para produzir fumaça e uma pedreira de 10 mil metros quadrados como locação. Estes são alguns dos números e curiosidades das filmagens de “Nosso Lar”, uma superprodução que traz efeitos visuais inéditos no cinema nacional. Abaixo, você pode conhecer outros detalhes que aumentam a curiosidade em torno do longa, baseado na obra psicografada pelo médium Chico Xavier que narra a trajetória do médico André Luiz em uma colônia espiritual após a morte.

Muralha
As filmagens foram realizadas no Rio de Janeiro e em Brasília durante oito semanas. A muralha de “Nosso Lar” foi construída ao ar livre em uma fazenda em Guaratiba, no Rio de Janeiro, tinha cerca de 70 metros de comprimento e sete metros de altura. Sua construção envolveu cerca de 30 profissionais e durou um mês. Encerradas as gravações em Guaratiba, a equipe transportou o portal e 20 metros de muralha para o bairro de São Cristovão, onde foram filmados cenas da entrada e da alameda principal da colônia Nosso Lar. 

Efeitos Visuais
A empresa canadense Intelligent Creatures trabalhou durante nove meses para aperfeiçoar visualmente 350 imagens do filme. A equipe chegou a contar com 90 profissionais. Já a equipe brasileira viajou diversas vezes para Toronto e enfrentou temperatura negativa de 33 graus.
Para filmar “Nosso Lar”, foram necessários cerca de 1.000 metros quadrados de chroma key (fundo azul). Em alguns casos, como os das cenas da parte externa da cidade Nosso Lar, rodadas no Monumento aos Pracinhas, no Rio de Janeiro, a equipe precisou produzir um chroma-key de 360 metros quadrados.
Nas cenas da casa de Lísias, foram construídas fachadas de algumas casas e com a ajuda dos painéis de chroma-key, originou-se um efeito de uma rua repleta de casas.

Efeitos Especiais
Os efeitos visuais consumiram mais de 2.000 metros de fios, tubos e cabos nas filmagens. Também foram usadas mais de 50 máquinas e mais de meia tonelada de gelo seco para reprodução dos diferentes tipos de fumaça.

Aeróbus
Com cerca de 14 metros de comprimento e peso de sete toneladas, o aeróbus era tão grande que a equipe não conseguia lugar para guardá-lo. Foi construído em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, e demorou cinco dias para chegar ao Rio de Janeiro em uma carreta estendida, único meio de transporte capaz de fazer o frete. 

Umbral
As cenas do umbral foram realizadas em uma pedreira no bairro de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. O lugar tem 10.000 metros quadrados, duas vezes o tamanho do estádio do Maracanã. Nas filmagens, foram utilizados 8 km de cabo e as luzes tiveram de ser erguidas por dois “carvalhões” (tratores) a mais de 50 metros de altura. 

Cena da Guerra
A cena foi responsável pelo dia mais longo de filmagem. O ambiente inóspito e a locação longínqua transformaram a gravação em uma verdadeira operação de guerra, que contou com quase todo o elenco, equipe e figurantes, somando cerca de 1.000 pessoas no set.

Figurino
O processo de criação do figurino para os habitantes do umbral baseou-se na ideia de como eram aqueles espíritos enquanto encarnados - estilo de vida, hábitos, roupas. Posteriormente, as cerca de 1.500 peças de figurino foram desgastadas.

Fonte: Página de Cinema, Globo.com